Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Corpo de mulher é encontrado em casa pelo próprio filho, na Serra

Notícias

Polícia

Corpo de mulher é encontrado em casa pelo próprio filho, na Serra


Uma mulher de 34 anos foi encontrada morta pelo próprio filho dentro da casa que morava com ele e o companheiro, em Novo Horizonte, na Serra, nesta segunda-feira (15). Segundo a polícia, Edna Silva da Conceição estava com o rosto desfigurado, com indícios de violência, em cima da cama, nua e coberta por um lençol. Um preservativo foi encontrado em cima do corpo.

O filho da vítima disse à polícia que saiu de casa de manhã para trabalhar e que estava na empresa quando soube do que havia acontecido com a mãe. Ao chegar na residência, acompanhado de colegas de trabalho, o rapaz arrombou a porta do quarto, que estava trancada, e encontrou Edna morta. A Polícia Militar foi acionada e esteve no local para preservar a cena do crime e colher as primeiras informações.

A perícia da Polícia Civil fez levantamentos de evidências e periciou o corpo, que foi encaminhado ao Departamento Médico Legal (DML), em Vitória. A liberação foi feita por familiares na tarde de ontem. Na ocorrência confeccionada por policiais militares, o companheiro da vítima, um homem de 41 anos, é relacionado como suspeito. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que, até o fechamento desta edição, o homem ainda não havia sido preso.

O caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM). “Outras informações não serão passadas, no momento, para não atrapalhar o andamento das investigações. A Polícia conta com a colaboração da população e qualquer contribuição para identificação de suspeitos podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas. O sigilo e anonimato são garantidos”, diz o texto.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados