search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Contra-ataque concertado
Painel da Folha de São Paulo

Contra-ataque concertado

Paradoxalmente, a negativa de Dias Toffoli ao pedido para rever decisão na qual ordenou a abertura da caixa-preta dos relatórios do Coaf teve gosto de vitória para aliados do procurador-geral, Augusto Aras.

O presidente do STF asseverou que não vai acessar os dados de 600 mil contribuintes que lhe foram franqueados –e era essa garantia que Aras objetivava–, mas redobrou a cobrança para que o Coaf diga a quem, por que e como repassa informações. E isso uma ala da PGR também deseja saber.

Cristalino
Na nova decisão, o ministro deixou claro que seu objetivo é desvendar o caminho das informações fornecidas pelo Coaf. Também ficou explícito que ele deseja saber quais autoridades e instituições têm acesso ao sistema do órgão.

Pecado original
Mensagens obtidas pelo The Intercept e publicadas pela Folha mostraram procuradores requisitando dados à Receita e ao Coaf sem procedimento formal.

A parte que te cabe
Na decisão, Toffoli também cobrou informações do Ministério Público Federal: 1) Quantos e quais membros do órgão são cadastrados no sistema do Coaf? 2) Quantos relatórios foram demandados por procuradores e quantos foram enviados espontaneamente?.

Eis-me aqui
O Painel apurou que Aras vai enviar as informações de que dispõe, avisando de antemão que a PGR não tem controle sobre os relatórios que são demandados por investigadores País afora. Diante disso, o procurador-geral decidiu oficiar a Corregedoria do Ministério Público Federal.

Eis-me aqui II
Aras avisou que vai solicitar à Corregedoria que verifique se todos os relatórios feitos a pedido de procuradores foram demandados em conformidade com as finalidades legais.

Saliva salva
O principal objetivo do procurador-geral era obter a garantia de que o sigilo dos dados dos 600 mil contribuintes que foram enviados a Toffoli seria preservado – o que foi assegurado pelo ministro. Para um aliado, o resultado coroa o estilo diplomático de Aras, que manteve comunicação institucional com o STF durante a crise.

Fica, vai ter bolo
O ministro encerrou sua decisão, de contundência explícita, anotando a data, 15 de novembro de 2019, “130º Aniversário da República”. Poderia ter feito adendo: nesta sexta (15), ele mesmo celebrou nova primavera.

Timing
Uma consulta sobre a possibilidade do uso de assinaturas digitais no apoiamento à formação de partidos chegou à mesa do procurador-geral Eleitoral, Humberto Jacques, no último dia 5. O questionamento foi feito no final de 2018 e ficou parado nas secretarias do TSE que precisavam emitir pareceres.

Timing II
O caso só andou este mês, depois que Jair Bolsonaro externou intenção de deixar o PSL e criar um partido. O apoiamento digital é cogitado por advogados do Presidente como forma de acelerar a coleta das quase 500 mil assinaturas exigidas por lei para fundar uma legenda.

Timing III
A inovação, porém, enfrenta resistências no TSE. Ministros consideram o procedimento heterodoxo e de difícil fiscalização. Como garantir, por exemplo, que bancos de dados de digitais usadas em aplicativos de telefone celular não serão exportados sem autorização das pessoas, indagam.

Eu, tu...
O discurso de Lula a petistas, em Salvador, desagradou a líderes de siglas de esquerda que pretendiam buscar o apoio do PT nas eleições municipais do ano que vem. O ex-presidente reafirmou a tese de que seu partido não deve ser coadjuvante.

...Eles
Carlos Siqueira, dirigente do PSB, disse discordar e lamentar o que chamou de “visão exclusivamente partidária”, num momento que avalia ser de anormalidade democrática. “Isso, ao contrário, exige a formação de uma frente para além da esquerda”, afirma.

Bombeiro
Aliados do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), dizem que ele entrou em contato com o Itamaraty e com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para acalmar os ânimos durante a invasão da Embaixada da Venezuela. Maia teria cogitado reagir à fala de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que defendeu a ocupação.

Tiroteio

“O ministro deveria cuidar de fazer avançar a República, assegurando a educação para todos e o fim do analfabetismo”. Do ex-ministro Cristovam Buarque, após o titular da Educação, Abraham Weintraub, chamar de infâmia a proclamação da República.

Publicação simultânea com a Folha de São Paulo

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Bandeira social

O novo Bolsa Família, em elaboração pelo governo, amplia as faixas etárias de beneficiários. A ideia é expandir o pagamento extra a famílias com crianças de até 36 meses (3 anos) e àquelas que …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Alô, direita

O congresso do PSDB amanhã em Brasília trará acenos ao eleitorado bolsonarista. Consulta prévia a filiados pela internet mostrou maiorias a favor do pagamento de mensalidade em universidades …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

O show deve continuar

O secretário de Cultura, Roberto Alvim, deve ampliar o teto de captação de recursos da Lei Rouanet para musicais em teatro, de R$ 1 milhão para ao menos R$ 5 milhões. Em uma rara concessão a …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Regras do jogo

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mandou recado a integrantes do PSL de que vai analisar uma a uma as suspensões aplicadas pelo partido a 14 deputados. Ele indicou que efetivará as …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Rota para o atalho

A saga de Jair Bolsonaro para criar a Aliança pelo Brasil, sua nova sigla, deve ganhar um reforço técnico hoje. Integrantes do comitê gestor da ICP (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Passou da conta

A decisão do TRF-4 de não só manter como também ampliar a condenação de Lula no caso do sítio de Atibaia (SP) instalou em setores expressivos do Supremo e do Superior Tribunal de Justiça a percepção …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

ONG pagava por fotos de queimadas antes do fogo

Os “brigadistas” ligados a ONGs, presos por atearem fogo na floresta, negociavam a venda de fotos de queimadas à ONG internacional WWF antes mesmo de o incêndio ocorrer. Venderam 40 fotos por R$ …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Onde está seu Deus agora?

A elaboração do Orçamento de 2020, que entra no radar do Congresso semana que vem, vai alterar de vez a balança do poder. Esta será a primeira peça sob o modelo impositivo, no qual são os …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Fez-se a luz

Paulo Guedes chamou a atenção de investidores, do Supremo e do Congresso com a fala sobre o AI-5. Floresceu no primeiro grupo avaliação de que, ao perceber que não terá força para aprovar seu …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Fica como está

Lula deu sinais a aliados de que não vai descer o sarrafo de seu discurso contra o governo Jair Bolsonaro, contrariando expectativa de integrantes de outros partidos de oposição e do próprio PT. …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados