search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Contra-ataque concertado
Painel da Folha de São Paulo

Contra-ataque concertado

Paradoxalmente, a negativa de Dias Toffoli ao pedido para rever decisão na qual ordenou a abertura da caixa-preta dos relatórios do Coaf teve gosto de vitória para aliados do procurador-geral, Augusto Aras.

O presidente do STF asseverou que não vai acessar os dados de 600 mil contribuintes que lhe foram franqueados –e era essa garantia que Aras objetivava–, mas redobrou a cobrança para que o Coaf diga a quem, por que e como repassa informações. E isso uma ala da PGR também deseja saber.

Cristalino
Na nova decisão, o ministro deixou claro que seu objetivo é desvendar o caminho das informações fornecidas pelo Coaf. Também ficou explícito que ele deseja saber quais autoridades e instituições têm acesso ao sistema do órgão.

Pecado original
Mensagens obtidas pelo The Intercept e publicadas pela Folha mostraram procuradores requisitando dados à Receita e ao Coaf sem procedimento formal.

A parte que te cabe
Na decisão, Toffoli também cobrou informações do Ministério Público Federal: 1) Quantos e quais membros do órgão são cadastrados no sistema do Coaf? 2) Quantos relatórios foram demandados por procuradores e quantos foram enviados espontaneamente?.

Eis-me aqui
O Painel apurou que Aras vai enviar as informações de que dispõe, avisando de antemão que a PGR não tem controle sobre os relatórios que são demandados por investigadores País afora. Diante disso, o procurador-geral decidiu oficiar a Corregedoria do Ministério Público Federal.

Eis-me aqui II
Aras avisou que vai solicitar à Corregedoria que verifique se todos os relatórios feitos a pedido de procuradores foram demandados em conformidade com as finalidades legais.

Saliva salva
O principal objetivo do procurador-geral era obter a garantia de que o sigilo dos dados dos 600 mil contribuintes que foram enviados a Toffoli seria preservado – o que foi assegurado pelo ministro. Para um aliado, o resultado coroa o estilo diplomático de Aras, que manteve comunicação institucional com o STF durante a crise.

Fica, vai ter bolo
O ministro encerrou sua decisão, de contundência explícita, anotando a data, 15 de novembro de 2019, “130º Aniversário da República”. Poderia ter feito adendo: nesta sexta (15), ele mesmo celebrou nova primavera.

Timing
Uma consulta sobre a possibilidade do uso de assinaturas digitais no apoiamento à formação de partidos chegou à mesa do procurador-geral Eleitoral, Humberto Jacques, no último dia 5. O questionamento foi feito no final de 2018 e ficou parado nas secretarias do TSE que precisavam emitir pareceres.

Timing II
O caso só andou este mês, depois que Jair Bolsonaro externou intenção de deixar o PSL e criar um partido. O apoiamento digital é cogitado por advogados do Presidente como forma de acelerar a coleta das quase 500 mil assinaturas exigidas por lei para fundar uma legenda.

Timing III
A inovação, porém, enfrenta resistências no TSE. Ministros consideram o procedimento heterodoxo e de difícil fiscalização. Como garantir, por exemplo, que bancos de dados de digitais usadas em aplicativos de telefone celular não serão exportados sem autorização das pessoas, indagam.

Eu, tu...
O discurso de Lula a petistas, em Salvador, desagradou a líderes de siglas de esquerda que pretendiam buscar o apoio do PT nas eleições municipais do ano que vem. O ex-presidente reafirmou a tese de que seu partido não deve ser coadjuvante.

...Eles
Carlos Siqueira, dirigente do PSB, disse discordar e lamentar o que chamou de “visão exclusivamente partidária”, num momento que avalia ser de anormalidade democrática. “Isso, ao contrário, exige a formação de uma frente para além da esquerda”, afirma.

Bombeiro
Aliados do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), dizem que ele entrou em contato com o Itamaraty e com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para acalmar os ânimos durante a invasão da Embaixada da Venezuela. Maia teria cogitado reagir à fala de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que defendeu a ocupação.

Tiroteio

“O ministro deveria cuidar de fazer avançar a República, assegurando a educação para todos e o fim do analfabetismo”. Do ex-ministro Cristovam Buarque, após o titular da Educação, Abraham Weintraub, chamar de infâmia a proclamação da República.

Publicação simultânea com a Folha de São Paulo

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Gripezinha

Alinhado ao Presidente na defesa de teses sem respaldo das autoridades sanitárias, o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) desenvolveu o quadro grave da doença, teve 70% do pulmão comprometido, ficou …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mãos dadas

Após governos estaduais serem alvos de operações policiais, a primeira medida do novo presidente do conselho de secretários de saúde foi uma visita ao ministro interino Eduardo Pazuello. Em meio à …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Discórdia

A divisão da verba de R$ 11,3 bilhões aos municípios para ações de saúde contra o coronavírus levou prefeitos e secretários a desconfiarem do critério alegado pelo Ministério da Saúde no rateio da …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Financiamento

Levantamento da consultoria Quaest estima que 12 canais bolsonaristas de YouTube, investigados no STF no inquérito dos atos antidemocráticos, faturaram ao menos R$ 647 mil nos últimos três meses com …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Hora extra

Um acordo firmado pela Defensoria Pública com o governo, sobre o auxílio emergencial, causou discórdia dentro da instituição. Criado como uma ferramenta de contato direto com o Ministério da …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Não contabilizado

A Polícia Federal indiciou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) por crime eleitoral de omissão na sua prestação de contas em 2018, em esquema de candidatas laranjas. De acordo com …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

#Todoslivres

Deputados deram início nos últimos dias a uma articulação para afrouxar regras na proposta que antecipa a execução da condenação para a segunda instância. Segundo o deputado Fábio Trad (PSD-MS), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Raiva digital

Coordenador-geral de Gestão de Projetos de Saúde Digital do Ministério da Saúde desde março, o médico e militar da reserva Allan Quadros Garcês tem atacado agressivamente o Supremo Tribunal Federal …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Teia

Os problemas de Frederick Wassef com o Ministério Público do Rio podem ir além de Fabrício Queiroz. A operação Anjo e suas declarações recentes levantaram suspeita sobre se o advogado ligado à …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Divã

As conversas de auxiliares do governo com ministros do Supremo Tribunal Federal pela pacificação começaram depois de Jair Bolsonaro ser convencido de que era momento de fazer uma autocrítica e agir …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados