Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Compositora vira porta-bandeira na Unidos de Jucutuquara

Compositora vira porta-bandeira na Unidos de Jucutuquara

Marina Zanchetta é nova porta-bandeira da escola de samba (Foto: Leo Silveira / Divulgação)
Marina Zanchetta é nova porta-bandeira da escola de samba (Foto: Leo Silveira / Divulgação)

Compositora de sambas-enredo da Unidos de Jucutuquara nos anos de 2002, 2004, 2007 e 2013 - incluindo o emblemático samba que homenageia Rubem Braga -, Marina Zanchetta é nova porta-bandeira da escola de samba.

A professora de 36 anos foi convidada por Wenderson Ricardo, seu par no Carnaval 2020, que também é recém-chegado à Coruja. Antes, ele desfilava como primeiro mestre-sala da Independente de Eucalipto.

No próximo desfile, a dupla desfila como segundo casal - ou seja, não disputarão as notas 10 dos jurados. A estreia de Marina no cargo foi ano passado, na Andaraí, como primeira porta-bandeira. À ocasião, conseguiu um 10, um 9.8 e um 9.7.

Marina desfila na Jucutuquara desde 1998. Filha da diretora da velha guarda, atravessa a passarela do samba ao lado dos compositores desde 2011.

Em 2020, a Unidos de Jucutuquara desfila o enredo “Griot” - indivíduos que tinham o compromisso de preservar e transmitir histórias, fatos históricos e os conhecimentos e as canções de seu povo.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados