search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Coitadinha, eu?!
Claudia Matarazzo
Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo


Coitadinha, eu?!

Você já deve ter notado que, ultimamente, o humor geral anda mais para baixo do que para cima. E, nós mulheres, temos um agravante: quando mal-humoradas, temos uma tendência a nos achar feias, por baixo, menos que a outra etc...

Bobagem claro, de repente, por um nada, muda o humor e nos achamos melhor e mais bonitas do que a mais espetacular famosa da hora. Beleza. Isso funciona quando é apenss uma questão de cuca. Mas o contrário pode acontecer: por conta de um visual fora da curva, passar a ideia de coitada ou... vulnerável.

Ora, em plena era do empoderamento das mulheres e resgate do feminismo, você não vai querer passar uma imagem profissional de coitada, fraca ou “desempoderada”, certo?

Ainda mais, falando de visual para o trabalho...

Acredite, há alguns itens que acabam por enfatizar esse aspecto sem que você perceba...

Roupa preta puída – Ou com bolinhas e pelos. Se quiser usar preto, assegure-se de que não seja “básica”. Caso contrário, pode acabar com aparência “cansada” .

E, principalmente, confira sempre se não está com bolinhas, linhas ou pelos – que traduzem desmazelo e pouco caso.

Bolsão – As maxibolsas perderam espaço para bolsas médias e estruturadas.

Nada de bolsas imensas, como sacos de couro estufados. Se escolher usar uma dessas, atenção para que a alça não seja longa a tiracolo – o que pode dar uma impressão de que está carregando um fardo nos ombros...

Sacolinhas plásticas – Nem precisa ser as de supermercado...

Muita gente improvisa e, em emergências, usa sacolinhas como bolsa auxiliar. Beleza. Se precisar de uma extra, tenha sempre à mão sacolas recicláveis. Pode ser em tecido, material reciclado, o que for... mas as de plástico, molinhas e vilãs da ecologia, não rolam...

Capinha de celular suja ou maltratada – A gente não percebe, mas as capinhas, dependendo do material, podem escurecer, amarelar (como o silicone), encardir, riscar... enfim, ficar medonhas!

E pior, ficam sempre à vista, como um cartão de visitas refletindo nosso estilo...

Sapatos do tipo chinelo – Não estou falando das “legítimas”, que ganharam o mundo e continuam em alta. Mas chinelos de tiras, que se arrastam, superconfortáveis claro, mas que não ajudam em nada para um visual bem acabado. Sim, o momento é de descontração e informalidade mas, se a ocasião é profissional, é bom lembrar que esse tipo de chinelo tem hora e
lugar.

Ah, você só tem chinelos de pedrarias superelegantes? Beleza.

Mas não dá para trabalhar de calcanhar de fora e arrastando chinelinhos, mesmo com pedras faiscantes, tá?

Está achando esse papo fútil e raso? Pode até ser... mas, assim como hoje todas as especialistas em moda insistem que óculos escuros grandes e chapéu Panamá conferem um ar de rica e poderosa às mulheres, determinados itens podem sim, “enfraquecer” a imagem de qualquer um...

Ok, talvez você não concorde com esses itens específicos, mas pode começar a pensar em alguns outros, preste atenção, se ligue e não acredite nesse papo de “total informalidade e desconstrução” da moda...
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Corajosa Regina (sim, a Duarte)

Para não dizer que não falei de Regina, esperei a poeira baixar, o sim se concretizar e as malcriações aparecerem. Porque eram inevitáveis. Vamos combinar: figura pública, namoradinha do Brasil, há …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Quanto tempo devemos ficar em uma visita?

Boa pergunta! Veio de uma seguidora do Instagram, preocupada em não incomodar a amiga. A resposta, como tudo na vida, depende de uma série de fatores. E como visitas ao vivo estão cada vez mais …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Bom momento para ressignificar

O começo de um novo ano merece sempre uma reflexão. Lido com palavras, gosto de pensar que nossas ações/conceitos acompanhem o seu significado, na medida do possível, ao pé da letra. Mas percebo que …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Não é amor. É força mesmo!

Estão me cobrando um comentário sobre a deserção do casal Harry e Meghan da Corte inglesa – e da Inglaterra –, perpetrando seu próprio Brexit. Andei ouvindo as opiniões nesta ou naquela roda de …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Gravidez precoce

A virgindade é a única arma da mulher!”. Cresci ouvindo essa frase de minha mãe. Essa era sua ideia de educação sexual. Parecida com a da ministra Damares. Nós, os filhos – três mulheres e um varão …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Você sabe o que é fandom?

Se não sabe nem esquente porque eu também não sabia. Mas, como todo mundo que gosta de se comunicar, ao saber que era recomendado criar e usar fandoms para aumentar o alcance de meu trabalho nas …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Motivos para agradecer

Não sou eu quem diz, mas a Ciência: gratidão faz bem. Como sempre, em todo início de ano ou de novo ciclo fazemos uma espécie de balanço do que foi bom e o que foi ruim – e 2019 foi um ano especialme…


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Como dar festa ao ar livre

Se você tem um quintal, uma varanda ou uma piscina, poderá desfrutar de um pouco de ar fresco e de um amplo espaço aberto enquanto relaxa e conversa com seus convidados. Faça uma lista - Inclua …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Restrições alimentares na minha ceia, e agora?

Final de ano chegou e é um momento de reunir a família e os amigos para uma refeição grande e deliciosa, cheia calorias e amor fraterno. É claro que dá trabalho, mas no final das contas é divertido …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

No Natal, desapegue, presenteie e agrade a quem você ama

Já começou o estresse do Natal. Estresse sim! Na TV só se fala em o que fazer com o décimo terceiro, reportagens sobre os presentes que se vai comprar, etc. E quem não tem salário? Nem o primeiro nem …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados