Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Classificação na Copa do Brasil não escapa das mãos do Flu
Esportes

Classificação na Copa do Brasil não escapa das mãos do Flu

Num momento em que a diretoria do Fluminense busca um goleiro no mercado, Rodolfo mostrou o seu valor. Na noite desta quinta-feira (25), o atual titular, muito contestado pela torcida, foi o responsável direto pela classificação tricolor para as oitavas de final da Copa do Brasil.
No estádio do Arruda, no Recife, o time carioca perdeu boas chances de gol, relaxou e perdeu para o Santa Cruz por 2 a 0.
Como o Flu havia vencido a partida de ida da quarta fase pelo mesmo placar, a decisão foi para os pênaltis. Aí, Rodolfo resolveu.

Rodolfo comemora a classificação com os torcedores no Arruda (Foto: Lucas Merçon/ Fluminense FC)
Rodolfo comemora a classificação com os torcedores no Arruda (Foto: Lucas Merçon/ Fluminense FC)
O goleiro estreou pelo Fluminense num clássico contra o Botafogo, pela 24ª rodada do Brasileirão do ano passado. Ele entrou no intervalo, no lugar de Júlio César, que saiu machucado, e defendeu um pênalti de Lindoso, garantindo a vitória tricolor por 1 a 0.
Na noite desta quinta-feira, Rodolfo pegou duas cobranças e viu o volante Charles isolar uma batida. Nos pênaltis, o Flu venceu por 3 a 2 e avançou para a próxima fase, que terá os times que disputam a Libertadores (Atlético/MG, Athletico/PR, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Inter, Palmeiras e São Paulo) e, ainda, Sampaio Corrêa (campeão da Copa do Nordeste), Paysandu (campeão da Copa Verde) e Fortaleza (campeão da Segundona do Brasileiro). Os confrontos serão definidos em sorteio.
“Nosso time é muito ofensivo, só que às vezes fica vulnerável ali atrás. No primeiro tempo já detectamos isso, no segundo tomamos dois e, sinceramente, era para termos tomado mais”, analisou Rodolfo, que comemorou a boa atuação nas penalidades:
“Estava numa noite boa, consegui ser seguro. Nos pênaltis fui abençoado e conseguimos a classificação”.
O Flu poderia perder até por um gol que se classificaria no tempo normal. Assim, segurou a pressão do Santa Cruz no primeiro tempo e perdeu chance clara com Luciano aos 13 minutos. Aos 28, Airton errou a saída de bola e Augusto acertou o travessão tricolor.
No início do segundo tempo, o Flu perdeu gols com Yony González e Luciano. O Santa Cruz partiu para a pressão. Primeiro, Charles soltou a bomba em cobrança de falta no travessão. Aos 27, Jô aproveitou cobrança de falta para dentro da área e fez 1 a 0. Apenas dois minutos depois, Pipico ampliou.
Nos pênaltis, Pipico e Luciano deixaram tudo igual. Charles chutou por cima, mas Gilberto “atrasou” a bola para o goleiro Anderson. Rodolfo pegou a cobrança de Marcos Martins e Pedro colocou o Flu na frente. Guilherme Queiróz e Airton acertaram suas batidas. Rodolfo pegou a cobrança de William Alves e decidiu a vaga.

O Fluminense ainda não sabe qual será o adversário nas oitavas de final da Copa do Brasil. O próximo rival será definido por sorteio, no dia 2 de maio.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados