search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Clássicos do Cinema Marginal em Vitória

Entretenimento

Publicidade | Anuncie

Para Assistir

Clássicos do Cinema Marginal em Vitória


O cinema barato, estilo uma câmera na mão e uma ideia na cabeça, está em exibição no Centro Cultura Sesc Glória até o próximo dia 19. A Mostra Cinema Marginal celebra a produção independente, experimental, do final dos anos 1960 e início dos anos 1970 no Brasil.

Suspense  em “O Bandido da Luz Vermelha”, de Rogério Sganzerla (Foto: Divulgação)
Suspense em “O Bandido da Luz Vermelha”, de Rogério Sganzerla (Foto: Divulgação)
Na mostra, clássicos da pornochanchada, como “A Super-Fêmea”, um dos primeiros filmes de Vera Fischer; produções experimentais como “Meteorango Kid - O Herói Intergalático” e “Bang Bang”, documentários como “Tudo é Brasil”, e um dos mais célebres filmes da época, “O Bandido da Luz Vermelha”.

O filme de Rogério Sganzerla traz o ator Paulo Villaça na pele de João Acácio Pereira da Costa, o Bandido da Luz Vermelha, figura violenta que invadiu e roubou pelo menos 150 mansões da elite paulistana, entre os anos de 1966 e 1967.

Destaque ainda na mostra para a exibição de “À Meia-Noite Levarei Sua Alma” (1964), a primeira aparição nos cinemas do coveiro Zé do Caixão, personagem criado e vivido por José Mojica Marins, que também assina a direção. No clássico do terror nacional, o terrível coveiro está disposto a tudo para ter o filho perfeito para as trevas.


PROGRAMAÇÃO:

Mostra Brasil Marginal
O quê:
Exibição de uma seleção de filmes que se destacaram no contexto da produção cinematográfica brasileira, o chamado Cinema Marginal
Quando: 22/10 a 29/10
Horário: Sempre às 18h20
Onde: No Centro Cultural Sesc Glória, Centro, Vitória
Quanto: Grátis
Programação:

22/10

“Tudo é Brasil”, de Rogério Sganzerla - Documentário sobre o período em que o cineasta Orson Welles (1915-1985) esteve no Brasil, em 1942, para a realização de “It’s All True”. Clas.: Livre.

23/10
“A Super-Fêmea”, de Anibal Massaini - Nesse clássico da pornochanchada, Vera Fischer protagoniza a Super-Fêmea, uma garota-propaganda que irá vender a pílula do homem.

Zé do Caixão: clássico do horror (Foto: Divulgação)
Zé do Caixão: clássico do horror (Foto: Divulgação)
24/10
“A meia noite levarei sua alma”, de José Mojica Marins - O cruel coveiro Zé do Caixão é obcecado em gerar o filho perfeito. Clas.: 16 anos.

25/10
Exibição dos curta-metragens “Candeias: da boca para fora”, de Celso Gonçalves; “O Galante Rei da Boca”, de Alessandro Gamo e Luis Rocha Melo; “Boca aberta”, de Rubem Xavier; e “Soberano”, de Kiko Molica e Ana Paula Orlandi.

26/10
“O Bandido da Luz Vermelha”, de Rogério Sganzerla - Inspirado no caso verídico de João Acácio Pereira da Costa, conhecido como Bandido da Luz Vermelha, preso em agosto de 1967. Clas.: 16 anos.

27/10
“Meteorango Kid – O Herói Intergalático”, de André Luiz de Oliveira - Jovem universitário revoltado faz tudo o que pode para chocar a sociedade burguesa de sua cidade. Clas.: 16 anos.

29/10
“Bang Bang”, do cineasta Andrea Tonacci. Durante a realização de um filme, um homem se vê envolvido em um romance, perseguições, discussões e enfrenta um bizarro trio de bandidos. Classificação: 14 anos.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados