Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

CineSesc Glória apresenta mostra cinematográfica de terror italiano

Entretenimento

Para Assistir

CineSesc Glória apresenta mostra cinematográfica de terror italiano


Para apresentar a faceta italiana do gênero cinematográfico terror: o Giallo, a Mostra CineSesc do mês de maio traz quatro filmes, que colocam em evidência a relação entre violência, imagem e beleza.

As exibições gratuitas seguem até o dia 29. Giallho é um termo que partiu da literatura e faz referência às consagradas revistas Pulp, comercializadas na Itália em 1930, quando o subgênero vivia seu ápice. O nome Giallo, se deve deve a cor das capas das revistas que tinham um forte tom de amarelo, em italiano: giallo.

Essa vertente do terror é também uma espécie de movimento, com histórias que retratam preferencialmente crimes, de modo a construir uma tensão e perturbar o público ao longo do enredo.

As tramas trazem uma sedução permeada pela violência e fazem o espectador indagar sobre o papel da imagem no mundo contemporâneo. A Mostra, com faixas de classificação, tem entrada franca.

O objetivo da Mostra CineSesc é promover a difusão cinematográfica que não chega no circuito comercial de exibição, além de incitar debates e estimular a visão crítica dos espectadores.

Programação:

Seis mulheres para o assassino, de Mario Bava. Título original: Sei donne per l'assassino. Suspense/Thriller, Itália, 1964, 89’, Cor. Clas: 18 anos. Com Cameron Mitchell e Eva Bartok

Cena do filme: Seis mulheres para o assassino (Foto: Divulgação)
Cena do filme: Seis mulheres para o assassino (Foto: Divulgação)
Isabella, uma jovem modelo, é assassinada por uma misteriosa figura mascarada numa casa de moda, pertencente à Condessa Cristiana.

Quando o namorado de Isabella se torna suspeito do assassinato, o diário da vítima, contendo informações que relacionem a jovem ao assassino, desaparece.

O mascarado passa então a matar todas as modelos da casa para encontrar o diário.

Em cartaz: 11, 16, 21, 25/05, às 18h20. Entrada franca.

No quarto escuro de satã, de Sergio Martino. Titulo original: Il Tuo Vizio è una Stanza Chiusa e Solo io ne ho la Chiave. Mistério, Itália, 1972, 97’, cor. Com Edwige Fenech e Anita Strindberg. Clas: 18 anos

Cena do filme: No quarto escuro de satã (Foto: Divulgação)
Cena do filme: No quarto escuro de satã (Foto: Divulgação)
Assassinatos misteriosos ocorrem num vilarejo lançando suspeitas sobre um escritor decadente e sua esposa. Adaptação livre do célebre conto O Gato Preto, de Edgar Allan Poe.

Em cartaz: 12, 17, 22 e 26/05, às 18h20. Entrada franca.

Uma lagartixa num corpo de mulher, de Lucio Fulci. Título original: Una Lucertola Con La Pelle Di Donna. Thriller, Itália, 1971, 103’, cor. Clas: 18 anos. Com Florinda Bolkan, Stanley Baker e Jean Sorel

Cena do filme: Lagartixa em corpo de mulher (Foto: Divulgação)
Cena do filme: Lagartixa em corpo de mulher (Foto: Divulgação)
Mulher é acusada de ter matado sua vizinha, após ter sonhado com o assassinato. Giallo psicodélico e onírico do mestre Lucio Fulci com uma grande atuação da brasileira Florinda Bolkan.

Em cartaz: 09, 14, 18, 23, 28/05, às 18h20. Entrada franca.

Tenebre, de Dario Argento. Título original: Tenebrae. Suspense, Thriller, Itália, 1982, 106’, cor. Clas: 18 anos. Com Anthony Franciosa e Mirella D’Angelo

Cena do filme: Tenebre (Foto: Divulgação)
Cena do filme: Tenebre (Foto: Divulgação)
Escritor chega à cidade de Roma para promover seu último livro, Tenebrae, mas descobre que alguém está usando seus romances como inspiração para cometer assassinatos.

Logo, ele se vê envolvido nos crimes e passa a tentar descobrir o provável assassino.

Em cartaz: 10, 15, 19, 24 e 29/05, às 18h20. Entrada franca.

ESTREIA

Mormaço, de Marina Meliande. Drama, Brasil, 2018, 94’, cor. Com Marina Provenzzano, Pedro Gracindo, Diego de Abreu, Analu Prestes, Igor Angelkorte, Sandra Souza, Jéssica Barbosa. Clas: 14 anos

Rio de Janeiro, 2016. O verão mais quente da história. A cidade está se preparando para os Jogos Olímpicos. Ana, uma defensora pública de 32 anos, trabalha na defesa de uma comunidade ameaçada de remoção pelas obras do Parque Olímpico.

Enquanto isso, misteriosas manchas roxas, similares a fungos, aparecem em seu corpo. Coisas estranhas começam a acontecer na cidade e no corpo de Ana.

A temperatura sobe, criando uma atmosfera úmida e sufocante. O mormaço acumula, abrindo caminho para uma forte chuva.

Em cartaz: de 09, 11, 12, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 21 e 22/05, às 18h30. Ingressos: R$ 6 (inteira), R$ 3 (meia-entrada e comerciários) e R$ 3,60 ( comerciantes e conveniados).

PRÉ-ESTREIA

Riscadas, de Karol Mendes. Brasil, 2019, 15’15”, cor. Clas: Livre

Tendo como cenário o Centro da capital do Espírito Santo, três artistas mulheres capixabas contam suas vivências e como a arte urbana aliado ao movimento feminista se tornaram importantes ferramentas no enfrentamento a violência contra a mulher.

Após a exibição do curta-metragem haverá um debate com os realizadores e equipe técnica do filme.

Em cartaz: 18/05, às 18 horas. Entrada franca.

SESSÕES INFANTIS:

O Galo Corococó, de Pierre Greco. Canadá, 2014, 80’, dublado. Clas: Livre.

O prefeito de São Victor se orgulha da ordem e do dinamismo econômico de sua cidade. E ele atribui esse vigoroso sucesso ao seu corajoso mascote; um galo pontual e surpreendentemente barulhento que desperta todos os aldeões às quatro horas da manhã com precisão, todos os dias da semana, seja em dia de trabalho, sábado, domingo ou feriado.

Mas alguns aldeões estavam fartos do pássaro impassível e precoce do galo, assim, decidem colocar um preço em sua cabeça! Eles conseguem desbancar o galo estridente, mas a vila sofre as consequências negativas imediatamente.

Alertado pela repentina reviravolta econômica e social, um grupo de cidadãos formará um esquadrão especial para recuperar o pássaro.

Em cartaz: 12, 18 e 26/05,às 14h30. Entrada franca.

Vickie e o Tesouro dos Deuses, de Christian Ditter. Alemanha, 2011, 96’, dublado. Clas: Livre.

Filme Vickie e o Tesouro dos Deuses (Foto: Divulgação)
Filme Vickie e o Tesouro dos Deuses (Foto: Divulgação)
Quando Vickie se tornará um verdadeiro viking de uma vez por todas? Esta questão traz noites sem dormir para seu pai Halvar. Mas quando Sven, o Terrível, sequestra o chefe da aldeia Flake, Vickie tem sua grande chance.

Como comandante interino, ele lidera um grupo de valentes Vikings até o castelo de Sven, onde Halvar é aprisionado. Mas a maior tarefa espera por eles.

Cruzam oceanos enfurecidos, praias tropicais e perigosas planícies congeladas em busca do lendário Tesouro dos Deuses antes que Sven, o Terrível, o alcance.

Mas Vickie mantém alguns truques na manga para evitar isso.

Em cartaz: 11, 19 e 25/05 às 14h30. Entrada franca.

CINE NOVOS SENTIDOS:

Sessões regulares, que vão acontecer todos os meses, em pelo menos uma sessão mensal, voltadas à públicos com deficiências visuais, auditivas e motoras. A proposta é avançar na ampliação dos públicos de cinema e apostar na inclusão e acesso.

Minha Vida de Abobrinha, de Claude Barras Animação, França, Suíça, 66’, 2016, cor, dublado. Clas: 12 anos

Abobrinha é um apelido intrigante para um menino de 9 anos de idade, e sua história única, apesar de única, é surpreendentemente universal.

Após a morte repentina de sua mãe, Abobrinha torna-se amigo do policial Raimundo, que acompanha o garoto até seu lar adotivo repleto de outros órfãos de sua idade.

A princípio, Abobrinha luta para encontrar seu lugar nesse ambiente estranho e, por vezes, hostil.

Assim, com a ajuda de Raimundo e novos amigos, Abobrinha aprende aos poucos a confiar, encontrar o amor verdadeiro e ao final uma nova família para si.

Em cartaz: 09/06, às 17h10. Entrada franca.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados