Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Rodoviários protestam pelo retorno dos cobradores ao trabalho

| 27/08/2021 08:24 h | Atualizado em 27/08/2021, 12:17

Rodoviários realizaram um protesto na manhã desta sexta-feira (27), em Vitória, pelo retorno dos cobradores nos ônibus. A categoria se reuniu na praça de Jucutuquara no início da manhã e seguiu em passeata em direção ao Palácio Anchieta por volta das 8h20.

Rodoviários pedem a volta dos cobradores ao trabalho
Rodoviários pedem a volta dos cobradores ao trabalho |  Foto: Kadidja Fernandes/AT

Ônibus foram enfileirados na faixa da direita e acompanharam a manifestação em baixa velocidade pela Avenida Vitória até o Centro da capital, causando lentidão no trânsito da região. Segundo a Guarda Municipal, às 10 horas as pistas já estavam liberadas e não havia mais retenção no trânsito.

"O sindicato está reivindicando hoje o retorno desses trabalhadores, que são os cobradores. Já tem 1 ano e 6 meses que eles estão parados, recebendo em casa. Entendemos que eles foram afastados porque estava no auge da pandemia, mas hoje está todo mundo retornando ao seu trabalho, comércio abrindo, então, realmente há necessidade desses trabalhadores  voltarem para seus postos de trabalho. Estão todos vacinados, o governo do Estado liberou a vacina. Hoje não tem desculpa mais deles estarem em casa sem fazer nada. Eles estão em casa recebendo normal, seus tickets, plano de saúde, estão recebendo tudo. Mas agora eu acho que está na hora do retorno do trabalho dos cobradores.", disse o presidente do Sindirodoviários Marcos Alexandre da Silva.

Imagem ilustrativa da imagem Rodoviários protestam pelo retorno dos cobradores ao trabalho

O presidente garantiu que os ônibus não vão parar. "Hoje os ônibus vão estar rodando normal. Vamos só em marcha lenta até o palácio, ficar parados algumas horinhas lá e, depois, vão seguir viagem. Esse é o primeiro passo dessa manifestação, pode se estender, sim, e a gente poder parar o sistema por causa disso", afirmou Marcos Alexandre.

Em nota, a Secretaria Estadual de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) informou que está finalizando o plano de retorno dos cobradores para ser posto em prática quando for encerrado o estado de calamidade e /ou estiver em consonância com às autoridades de saúde e em um novo formato.

Leia a nota na íntegra:

"A Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) e a Ceturb-ES esclarecem que a suspensão da atividade do cobrador  no interior dos coletivos do Sistema Transcol são medidas adotadas pelo protocolo  de enfrentamento a covid-19 no transporte coletivo metropolitano, junto com outras 40 ações. 

Com o início da vacinação da categoria em junho, a Semobi informa que já vem discutindo e está finalizando o plano de retorno dos cobradores para ser posto em prática quando for encerrado o estado de calamidade e /ou estiver em consonância com às autoridades de saúde e em um novo formato. 

Em relação a este plano, a Semobi adianta que o pagamento em dinheiro no interior dos coletivos permanecerá suspensa, mesmo depois do retorno dos cobradores as suas atividades. Os cobradores também devem retornar as suas atividades a bordo apenas em horários pré-determinados, como os de pico para auxiliar na comercialização de créditos do CartãoGV via pagamento com cartão de crédito ou débito. 

Contudo, é importante que a categoria tenha completado o processo de imunização com a segunda dose da vacina. Bem como acompanhar a evolução da pandemia e possíveis variantes, seguindo as orientações das autoridades sanitárias.  Vale ressaltar que todos os profissionais afastados estão recebendo integralmente seus salários.

Em relação a qualificação, esses profissionais estão desde 2019 participando de processos de requalificação e assumindo novas funções dentro do próprio sistema. Inclusive nesta sexta-feira, o Governo do Estado, por meio da Semobi e do Detran, lançaram o programa CNH requalifica, programa exclusiva para cobradores do transcol obterem sua habilitação, com o total de 1500 até 2022. 

Os profissionais, devidamente registrados com a função de cobrador nas empresas que atendem ao Sistema Transcol, serão indicados pela Semobi e realizarão, a partir deste mês, o processo de Primeira Habilitação custeado pelo Detran|ES nas categorias “B” (carro) ou “AB” (moto e carro). O programa será dividido em três fases até o final de 2022, com a abertura de 500 vagas em cada para os contemplados realizarem, de forma gratuita, os exames médico, psicológico, aulas teóricas, práticas e os exames necessários para a obtenção da CNH. O investimento do Governo do Estado no programa é da ordem de R$ 2.267.400,00".

Também por meio de nota, a GVBus informou que "os cobradores estão afastados por determinação do Governo do Estado, como parte das medidas de enfrentamento ao coronavírus, e que a volta desses profissionais aos coletivos será determinada pelos órgãos competentes.

O sindicato reitera que os cobradores afastados estão recebendo os salários e benefícios de forma integral. Além disso, são oferecidas a eles vagas para troca de habilitação de categoria B para categoria D, cursos através do Sest/Senat, promoção para manobristas, realização de escolinhas de motoristas nas garagens para qualificar profissionais que poderão preencher futuras vagas no sistema, além de treinamento para ocupação de vagas internas em outras funções. Além disso, os profissionais podem aderir ao Plano de Demissão Incentivada, se houver interesse".
 

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS