Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Chuva derruba casa em Vitória e dois moradores ficam feridos

Notícias

Cidades

Chuva derruba casa em Vitória e dois moradores ficam feridos


As chuvas que atingiram o Estado neste sábado (18) fizeram com que uma residência desabasse em Vitória. O caso aconteceu no bairro Novo Horizonte e teve duas vítimas não fatais, que não tiveram os nomes divulgados. O resgate as levou para o hospital. As informações são da Defesa Civil.

Segundo o relatório divulgado pelo órgão na tarde deste sábado, a Capital registrou um acumulado de 182.39 milímetros de chuva nas últimas 24 horas. Em toda a cidade, a chuva deixou quatro desalojados.

Além do desabamento da casa, o município teve vários pontos de alagamento. No Bairro de Lourdes, um muro de arrimo desabou. Também houve o colapso de uma residência no Bairro Universitário. Em Bairro República, o telhado de uma residência tem o risco de desabar. 

Em Cariacica, cidade que mais choveu em todo o Estado, com um registro de 248.7 milímetros de chuva, houve queda de cinco muros e barrancos em diversos bairros do município: Sotema, Alzira Ramos, Itapemirim, São Conrado e Vila Palestina. Assim como em Vitória, Cariacica registrou quatro desalojados. 

Em Vila Velha, onde o prefeito Max Filho afirmou que vai decretar situação de emergência, o acumulado de chuva nas últimas 24 horas foi de 192.7 milímetros. Dois taludes deslizaram e atingiram residências na cidade: um no bairro Alvorada e outro na Chácara do Conde. No bairro Rio Marinho, um muro caiu. 

Na Serra, houve queda de muro sobre uma residência no bairro Vila Maria Nilber. Um talude deslizou e atingiu uma residência no bairro Feu Rosa. O municípío registrou 236.4 milímetros de chuva. Em Viana choveu 215.2 milímetros e a Defesa Civil registrou pontos de alagamento.

Já Guarapari foi a segunda cidade que mais choveu nas últimas 24 horas no Espírito Santo: 247.47 milímetros. Duas famílias ficaram desalojadas. Além de pontos de alagamento, o município teve deslizamento de talude; retirada de um casal desalojado no bairro de Perocão;  na Praia do Morro, um edifício em construção percolou água das escavações e atingiu um edifício.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados