search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Causas de inchaço nas pernas
Doutor João Responde

Causas de inchaço nas pernas

Quando falamos de “edema”, a primeira coisa que devemos levar em conta é que essa inchação não se trata de diagnóstico, mas de um sinal, uma alteração fisiológica que implica a presença de fluidos nos tecidos, sendo decorrente de um processo patológico em curso.

É essa mudança que deve ser explorada de modo a revelar um diagnóstico que pode fazer toda a diferença no processo de tratamento.

Muitas pessoas acreditam que as pernas ficam inchadas devido à retenção de líquidos pelo organismo ou por problemas de circulação, mas existem outras causas para esse problema tão frequente.

O inchaço surge quando há muita água acumulada entre as células da pele e do tecido gorduroso abaixo dela.

Nossas células necessitam de oxigênio e nutrientes para manterem-se vivas, e quem leva tudo isso para elas é o sangue, através dos vasos sanguíneos. Os nutrientes e o oxigênio atravessam as paredes dos vasos, juntamente com a água presente no sangue, e atingem as células de todo o corpo.

Normalmente, as células absorvem grande parte dos nutrientes, oxigênio e água para dentro delas.

O que sobra retorna para os vasos sanguíneos e em parte é drenado pelos vasos do sistema linfático. A principal função do sistema linfático é justamente drenar essa água.

Caso esteja sobrando líquido no meio das células, alguma coisa de errado está acontecendo nesse sistema: o extravasamento de água pelos vasos sanguíneos encontra-se maior do que devia ou o escoamento da água pelos vasos linfáticos está ruim.

Existem três razões principais para extravasar água pelos vasos sanguíneos: aumento da pressão do sangue dentro do vaso, diminuição das proteínas do sangue que seguram a água dentro dele ou aumento dos poros na parede dos vasos sanguíneos.

Várias condições são propícias ao aparecimento de edema nas pernas. Vamos citar algumas delas:

1 - Varizes, essas veias incompetentes que não permitem o sangue retornar da perna. Nessa situação a pessoa acumula líquido, pois o sangue não está voltando adequadamente.

2 - Longas viagens de ônibus ou avião geram edema. Manter as pernas paradas durante muito tempo faz com que elas inchem. Para o sangue descer até o pé é fácil, mas para que ele volte é preciso movimentar as pernas. A musculatura da panturrilha massageia as veias, fazendo o sangue circular.

Nada no corpo foi feito para ficar parado. Se a pessoa permanecer com a perna inerte, o sangue coagula.

Quando o coágulo se solta, faz o caminho por dentro dos vasos até o pulmão. Caso ele seja muito grande, pode causar obstrução respiratória grave e levar à morte. Esse é o principal temor de quem viaja de avião.

3 - Inchaço nas pernas também pode ser indicativo de trombose, esse entupimento provocado por coágulo no vaso sanguíneo.

4 - Nas insuficiências cardíacas, o coração não bombeia o sangue de forma adequada, fazendo-o se acumular, inchando o corpo de uma forma geral. Por questão gravitacional, é mais comum nos membros inferiores.

5 - Quando a tireoide não funciona bem, como acontece no hipotireoidismo, surge inchaço no corpo, principalmente nas pernas.

Ele não ocorre por extravasamento de líquido, mas por depósito de uma proteína na região subcutânea.

6 - Anticoncepcionais costumam causar edema generalizado, sendo visualizado mais nas pernas, por conta do efeito da gravidade.

7 - O tempo quente também propicia o surgimento de inchaço. A vasodilatação provocada pelo calor faz com que as artérias represem mais sangue. Movimentar as pernas ajuda a desinchar.

Inchação não é coisa boa. Basta lembrar os malefícios causados pela vaidade quando ela resolve inchar o ego.

O que está inchado parece grande e forte, mas não é poderoso e nem sadio.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Doutor João Responde

Nossa memória imunológica

Quase ninguém se recorda da última vez em que ficou doente por conta de uma infecção microbiana, mas o sistema imune lembra bem desse momento da vida, assim como de vários outros anteriores. …


Exclusivo
Doutor João Responde

Esses malditos vírus

Nada garante a saúde permanente do ser humano. Por mais que a vida seja protegida, nada assegura a manutenção da tranquilidade do amanhã. Por esse motivo, a ciência toma conclusões como verdades …


Exclusivo
Doutor João Responde

Maconha não é droga inofensiva

Quando aquele jovem apareceu no consultório, eu já sabia boa parte da história que ele iria me contar. Preocupada, sua mãe havia ligado antes, me passando algumas informações a seu respeito. …


Exclusivo
Doutor João Responde

Minha vesícula encheu de pedras

Semanas após ter sido encaminhada para extrair a vesícula biliar, a paciente retornou ao meu consultório. Satisfeita, ela afirmou: “Minha cirurgia foi um sucesso, doutor”. Nada lembrava a …


Exclusivo
Doutor João Responde

Estou magro, mas sou gordo

Doze meses após se consultar comigo, o paciente reapareceu. Lembro-me quando ele chegou pela primeira vez. Lá estava, diante de mim, um adiposo jovem, carregando lipídios, complexos e desânimo. …


Exclusivo
Doutor João Responde

Idoso não deve morar sozinho

Amparado pelas filhas, um senhor de idade avançada entrou na minha sala e, com certa dificuldade, sentou-se na cadeira. Eu perguntei: O que posso fazer pelo senhor? Como ele se manteve silencios…


Exclusivo
Doutor João Responde

Ainda bem que envelhecer não dói

Agora que meu espírito amadureceu, meu corpo começou a envelhecer, lastimou um grisalho senhor. É verdade. A vida é curta, os sonhos são fugazes, as crises são duradouras, as decisões são difíceis, …


Exclusivo
Doutor João Responde

Como não enjoar navegando no mar

Minha pergunta é bastante objetiva, expôs um paciente ao entrar no meu consultório: Existe algo que eu possa fazer para evitar o vexame de correr em direção à amurada da embarcação e “deitar cargas …


Exclusivo
Doutor João Responde

Doença como forma de protesto

Quando aquele casal entrou no consultório, eu não imaginava que os sintomas, descritos por ambos, revelavam uma linguagem cifrada para um se queixar do outro. Mal iniciei a consulta do marido, a …


Exclusivo
Doutor João Responde

“Não posso ficar doente, doutor!”

Há mais de três décadas, eu venho observando os olhares aflitos de alguns doentes, quando confrontados com a realidade da doença. Adoecer significa sair da ativa, tendo em vista que “paciente” quer …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados