search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Capixabas que nos enchem de orgulho
Terrence Saldanha

Capixabas que nos enchem de orgulho

O capixaba Paulo André Camilo dispara para novas conquistas (Foto: (Foto: Wagner Carmo/CBAt))
O capixaba Paulo André Camilo dispara para novas conquistas (Foto: (Foto: Wagner Carmo/CBAt))

A conquista de Paulo André Camilo é um feito que precisa chegar ao conhecimento de todos os capixabas, principalmente dos mais jovens. Estamos falando de um rapaz de 21 anos que conseguiu correr os 100 metros rasos em menos de 10 segundos! Vá você tentar fazer isso!

Com sua incrível marca, obtida na noite de quinta-feira (29) em São Paulo, o capixaba Paulo André, nascido em Vila Velha, tornou-se o homem mais rápido de todos os tempos no Brasil. Seu feito só não foi maior porque, com um “furacão” nas canelas, foi traído justamente pelo vento forte que fazia na hora da prova (3,2 metros por segundo), o que é acima do permitido para homologação da marca. Aí a gente se pergunta: tinha que bater essa ventania justo na hora da corrida? Mas não há de ser nada. O “Bolt canela-verde”, com calma de vencedor, terá muitas oportunidades para ir além.

Nessa remada, o mês de agosto, pelo menos para o esporte capixaba, não tem nada de desgosto.

Na Áustria, o remador capixaba Vangelys Reinke e seu parceiro Emanuel Borges conquistaram nesta sexta-feira (30) a medalha de bronze pelo terceiro lugar no Mundial de Remo na categoria Dois Sem Masculino - Peso Leve. Olha o remo capixaba aí!!!

A lista inclui Frank Brown (entre os 10 melhores do mundo no parapente) e a nossa gloriosa turma nos jogos PanAmericanos de Lima: Patrícia Pereira (natação), Daniel Mendes da Silva (atletismo), Bruno Stov Kiefer (tiro esportivo) e Silvelaine Oliveira (basquete). Devo ter esquecido alguém, o que é ótimo, por que é um sinal que a lista é grande.

A explicação? Teorias, com certeza, há muitas. Tantas quanto o grande número de praticantes de variadas modalidades esportivas nas praias, nos calçadões e nas pistas de atletismo (muitas improvisadas) pelo Estado afora.

Um número crescente e animador, que antecipa novas conquistas pela frente.

Mal acabei de escrever esse texto e leio no Tribuna Online que, em sua primeira luta no UFC, a capixaba Karol Rosa venceu a também estreante Lara Procópio, na madrugada deste sábado (31). A vitória, válida pelo peso Galo (até 61kg), foi realizado em Shenzhen, na China.

Não tô dizendo?


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados