search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Campeã paralímpica morre na Bélgica após recorrer à eutanásia

Esportes

Esportes

Campeã paralímpica morre na Bélgica após recorrer à eutanásia


Marieke Vervoort (Foto: Reprodução / Instagram)
Marieke Vervoort (Foto: Reprodução / Instagram)
Dona de duas medalhas paralímpicas e um dos grandes nomes do atletismo em todo o mundo, a belga Marieke Vervoort morreu na última terça-feira (22), induzida pela eutanásia, colocando um ponto final nas dores de uma doença muscular incurável e degenerativa. Ouro nos Jogos de Londres em 2012 e prata no Rio de Janeiro, quatro anos depois, a atleta tinha uma carreira respeitável nas provas de velocidade.

Fãs e amigos multiplicaram mensagens de carinho e saudade à Merieke, que tinha 40 anos e, desde 2008, possuía documentos que lhe asseguravam o direito à morte assistida, prática permitida na Bélgica, em casos incuráveis, dores insuportáveis e perda da capacidade cognitiva. Há pelo menos três anos, a medalhista fazia uso de morfina e vinha sofrendo com ataques epiléticos.

Sua despedida nas redes sociais se deu por meio de uma foto em plena atividade, com a legenda. "Não podemos esquecer as boas lembranças!"

Ver essa foto no Instagram

Can’t forget the good memories!

Uma publicação compartilhada por Marieke Vervoort (@wielemie.marieke.vervoort) em


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados