Caixotes e paletes em alta na decoração

Cama suspensa com a base feita de paletes. Foto: divulgação
Cama suspensa com a base feita de paletes. Foto: divulgação

Os caixotes de madeira e paletes geralmente são usados em feiras, fretes e supermercados e servem para guardar e facilitar o transporte dos produtos. Mas com um pouco de criatividade, você pode utilizá-los também para decorar a sua casa.

O arquiteto Flávio Zamborlini lembrou que essas peças são baratas, ficam bonitas e, de quebra, conferem estilo ao ambiente.

“Na maioria das obras, os estrados de madeira transformam-se em móveis, como prateleiras, racks, mesas de centro, sofás e camas, servindo de base para almofadas e colchões”, afirmou o especialista.

Além disso, podem ser transformados em cabeceiras ou suportes para TV, divisórias entre ambientes e até em forros no teto.

“Podem ser usados na sua cor original, apenas lixados ou pintados de outras cores. Branco e preto são cores que combinam muito bem”, ressaltou Flávio.

A designer de interiores Thalita Maximo ressaltou a função ecológica que essas peças têm.

“Eu não preciso gastar muito para ter uma decoração atual, sofisticada e descolada. Assim, desenvolvemos um consumo consciente e contribuímos para o meio ambiente. O caixote de feira é um desses recursos sustentáveis, porque pode sair de graça ou por um custo bem baixo”.

Ela disse que dá para usar esse tipo de material em todos os ambientes da casa, como quarto, sala, cozinha, área gourmet/externa, banheiro, varanda, escritório, comércio e em eventos.

E a função dos caixotes e paletes não é só decorativa: eles são uma boa opção para organizar utensílios de cozinha, frutas e verduras, livros e outros materiais do escritório.

“Na sala podemos criar um rack para organizar os aparelhos ligados à televisão e criar uma estante também. Na área de serviço, dá para organizar os produtos de limpeza e os sapatos.

Na área gourmet, entram no lugar dos armários aéreos sobre a pia e podem organizar os pratos e outros utensílios de forma elegante. No jardim podemos criar uma horta e fazer uma floreira. Basta usar a criatividade”.

Por Luciana Pimentel