search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Briga, choro e troca de carnavalesco: bastidores da sexta-feira no Sambão

Briga, choro e troca de carnavalesco: bastidores da sexta-feira no Sambão

Tudo parecia caminhar para terminar com tranquilidade na sexta-feira de desfiles, já de manhã, quando um componente da Império de Fátima, exaltado, partiu para cima do presidente da escola ainda na concentração. Hélder Ludovico, que se preparava para conceder uma entrevista a TV Tribuna, ficou desconcertado. O integrante, que a coluna não conseguiu identificar, parecia tirar satisfação de algo que foi combinado anteriormente ao desfile. A turma do deixa disso - sempre ela - apartou a situação.

Chorando se foi

A coreógrafa da comissão de frente da Império de Fátima caiu em lágrimas quando viu o tripé que acompanharia seus bailarinos. Mambembe e claramente sem acabamentos, a estrutura guardava um trapolim e um colchão para saltos dos componentes. Ainda na concentração, Ludovico comentou que "fez o que pôde", com a verba que tinha.

Troca-troca

O carnavalesco Fábio Giampietro deixou a Rosas de Ouro faltando três dias para o desfile do Sambão do Povo e foi justamente para a concorrente de município: ele apareceu desfilando com camisa da Tradição Serrana.

Troca-troca 2

Segundo Giampietro, entregaram sacolas com retalhos para ele finalizar os carros alegórios - o que ele diz ter julgado como absurdo e impossível para continuar os trabalhos da forma como queria.

Prioridades

O presidente da Rosas de Ouro não desfilou junto com sua escola. Ele foi visto sentado com uma cervejinha gelada na mão, numa calma que só Deus.

De fora

Dois ritmistas da Rosas de Ouro não puderam desfilar porque...faltou instrumento. Parece absurdo. E é.

Molhadinho

O jurado de evolução do primeiro módulo de julgadores tomou um banho de vodka de uma foliã que estava num camarote acima da cápsula. Foi durante o desfile da Chega Mais.

Público

As aquibancadas ficaram quase vazias durante toda a madrugada de desfiles. Os camarotes, no entanto, estavam abarrotados de gente - todos eles, diga-se de passagem.

Lava pés

A bateria da Tradição Serrana - bem como quase toda a escola - desfilou descalça.

Quórum

A Unidos de Barreiros desfilou com apenas 14 baianas - o que deve render penalidades.

Vai todo mundo

Aliás, tinha gente na harmonia da Barreiros totalmente descaracterizada.

Dejavú

Isso que é reciclagem: tinha escultura nos carros alegóricos da Independentes de São Torquato que já foram usadas em anos anteriores por outras escolas.

Samba, autoridade

Estiveram no Sambão o governador Renato Casagrande, o prefeito Luciano Rezende, a Secretária de Comunicação Flávia Mignoni, os deputados estaduais Fabrício Gandini e Sérgio Majeski, o Secretário de Direitos Humanos de Vitória Bruno Toledo, e o Diretor Presidente da Companhia de Desenvolvimento de Vitória, Leonardo Krohling.

Confirmando as expectativas....

...a Chegou o Que Faltava desponta como a possível campeã da sexta-feira.

Miau

Rose Oliveira, rainha da Unidos da Piedade, desfila de gata neste sábado à frente da bateria Ritmo Forte.

Vida dura

Estreando como porta-bandeira da Andaraí, Marina Zanchetta já não sentia os dedos no segundo módulo de jurados, tamanho o peso do pavilhão e do esforço do giro com o peso da fantasia.

Tipo Rio

A apuração dos desfiles deste ano começará mais tarde, às 16h30, e será no Sambão do Povo.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados