search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Avaliação internacional nas escolas
Tribuna Livre

Avaliação internacional nas escolas

As avaliações em larga escala são, hoje, um importante recurso disponível para aprofundar as reflexões acerca da qualidade da educação. A busca pelo ensino de qualidade é causa universal, que convoca a todas as escolas e a todos os que pretendem elevar os padrões de desempenho.

Desde os anos 1990, o Mec/Inep desenvolveu um complexo sistema de avaliação que investiga o sistema de ensino em seus diferentes níveis.

Porém, a escola particular sempre participou como convidada e apenas avaliada em um espaço amostral.

Ainda está em curso, no Brasil, o amadurecimento de um sistema de avaliação cujo eixo seja uma política de Estado à prova das alternâncias de poder próprias das democracias.

Hoje o desafio das escolas está em preparar os alunos para um mundo cada vez mais globalizado, no qual os cidadãos tenham circulação internacional. Já não é suficiente formar as novas gerações para essa ou aquela realidade nacional. Nada mais razoável do que proporcionar-lhes uma trajetória escolar referenciada por padrões internacionais, já testados, consolidados e validados por sucessivas edições, nos mais diferentes países do mundo.

Desde alguns anos a OCDE desenvolveu o Pisa para Escolas (Pisa-S), variante do exame internacionalmente consolidado, que pode vir complementar o diagnóstico já levantando por nossas avaliações nacionais. Dentre os benefícios, cabe mencionar um avanço no que se refere ao uso dos resultados, assegurando que cada escola seja a destinatária exclusiva das informações que lhe dizem respeito.

Outro ponto importante refere-se à forma como se concebe a articulação entre o desempenho e outras variáveis extraescolares. Os relatórios do Pisa-S deixam explícito em que medida cada escola consegue promover desempenho escolar que supere o esperado para o nível socioeconômico de seus alunos.

Cada estabelecimento terá a possibilidade de conhecer o desempenho médio de seus alunos, contrastado com os sistemas educacionais do mundo inteiro. A contextualização nacional e internacional confere aos gestores uma perspectiva bastante ampla, sem, contudo, resvalar em comparação ou confronto entre concorrentes regionais mais próximos e diretos. Ao superar os “rankings”, esse novo olhar contribuirá para ampliar a concepção do que venha a ser um ensino de qualidade e fomentará o amadurecimento da cultura da avaliação.

Para a Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep) e os sindicatos de sua base, convém que a possibilidade de participar de uma avaliação internacional como essa esteja ao alcance do maior número de escolas possível.

Na última semana, a Fenep firmou contrato para trazer ao Brasil uma edição do exame Pisa-S. O exame será aplicado em maio de 2020 a alunos que tenham 15 anos de idade das escolas particulares. Os resultados serão entregues três meses depois. No entanto, independente do desempenho que venha a ser apurado, a circunstância agora gerada marca um novo momento para o ensino privado no país.

É hoje consenso que a qualidade do ensino, tanto no sistema público como nas escolas particulares, é causa de interesse nacional. É universal o empenho de toda a sociedade brasileira em ver avançar as condições e a qualidade da escolaridade oferecida às novas gerações.

Antônio Eugênio Cunha é representante do Sinepe/ES na Fenep e diretor da Casa do Estudante

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

O custo socioeconômico da “imobilidade” urbana no Brasil

Um estudo realizado pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) mostra que o custo socioeconômico da “imobilidade” urbana no Brasil cresceu 7% em um ano e se aproxima de meio trilhão de …


Exclusivo
Tribuna Livre

A engenharia muda o mundo e está em tudo o que nos cerca

Com o ritmo acelerado da vida contemporânea, quase nunca nos sobra tempo para refletir sobre o mundo a nossa volta. Mas, se pararmos para pensar, concluímos que a engenharia está em tudo o que nos …


Exclusivo
Tribuna Livre

Ineditismo e vanguarda: o Marco Regulatório das Startups

Foi publicada, no último dia 26 de novembro, a Lei Complementar Estadual nº 929/2019, de iniciativa do Governador do Estado, que institui instrumentos e procedimentos para o fomento às parcerias …


Exclusivo
Tribuna Livre

Sábio é quem aprende com a experiência alheia

Na semana passada, tivemos por aqui, nos Estados Unidos, a celebração do famoso feriado de Thanksgiving (Dia de Ação de Graças, destinado a agradecer a Deus os bons acontecimentos do ano). Aproveitam…


Exclusivo
Cidades Tribuna Livre

É preciso priorizar a mobilidade das pessoas e não dos veículos

Todos querem viver numa cidade que ofereça uma boa qualidade de vida. Para tanto, faz-se necessário compreendermos a “mobilidade peatonal”, reconhecendo os pedestres nos planejamentos estratégicos …


Exclusivo
Tribuna Livre

Por que o Tribunal de Contas deu certo

O Tribunal de Contas do Espírito Santo completou 62 anos de existência em 2019. Por desairosa que seja, a verdade é que, ao longo do tempo, consumiu imensos recursos públicos em ajustes políticos que …


Exclusivo
Tribuna Livre

Os jogos precisam ser legalizados no Brasil

O ano era 1946. No dia 30 de abril, foi publicado o Decreto Lei 9215 que proibiu os (erroneamente) denominados jogos de azar. Os fundamentos da proibição? Que a repressão aos jogos de azar é um …


Exclusivo
Tribuna Livre

O ônus do Judiciário e o Legislativo que joga para a plateia

Não é a primeira vez, e certamente não será a última, que vivenciamos certas articulações, no núcleo do poder, com o objetivo, simplesmente, de tentar limpar imagens manchadas e acalmar os ânimos da …


Exclusivo
Tribuna Livre

Comer bem para viver bem

Mesmo antes das muitas descobertas científicas que revolucionaram o entendimento sobre o funcionamento do corpo humano; a correlação entre alimentação, atividades físicas e condições de saúde já era …


Tribuna Livre

Raízes capixabas de Ayrton Senna

Ayrton Senna da Silva marcou nossas manhãs de domingo e fazia-nos sentir mais brasileiros, numa época de muito descrédito com o país, por sua ousadia, destreza e espírito de campeão. Tornou-se ídolo …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados