search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Aumento da área desmatada só foi maior com Lula
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


Aumento da área desmatada só foi maior com Lula

O Prodes, sistema do INPE que monitora taxa de desmatamento na Amazônia, mostrou que a área desmatada cresceu 2,3 mil km desde o ano passado.

A última vez que isso ocorreu foi entre 2003 e 2004, no governo Lula, quando a área de floresta destruída cresceu 2,4 mil km. Foram 27,8 mil km desmatados de 2003 a 2004. Segundo dados do Prodes, essa área é quase três vezes maior que a desmatada atualmente.

Sob controle
Segundo o Prodes, o desmatamento atual é 30% menor que a média histórica: 13,9 mil km. Já foram desmatados 446,2 mil km desde 1988.

FHC, o campeão
O ano de 1995, primeiro do governo FHC, teve o maior desmatamento registrado no Prodes (29,1 mil Km).

Eco-Dilma
Os anos de governo Dilma Rousseff, ao contrário do antecessor, registraram as menores áreas desmatadas.

O melhor ano
O ano de 2012 teve o melhor resultado já registrado sobre o desmatamento na Amazônia: apenas: 4,6 mil km.

Metade do óleo sai da Venezuela clandestinamente
Apesar do embargo à Venezuela, entre outubro e novembro o país do ditador Nicolás Maduro continuou a exportar petróleo e até aumentou o volume de 523 mil barris para 530 mil barris de petróleo por dia, segundo o banco de dados OilX.

A maior parte do petróleo foi destinada à Índia e à China, sendo “navios fantasmas”, metade dos petroleiros que fizeram o transporte. Esses navios, conhecidos por “dark-ships”, desligam o transponder e outros equipamentos para não serem rastreáveis.

Como agem os culpados
O navio “Dragon” (Libéria) registrou localização na França, mas estava na Venezuela embarcando petróleo, segundo aponta a Bloomberg.

Enquanto houver demanda...
Contratado pela petroleira russa Rosneft, o “Dragon” transportou dois milhões de barris Venezuela clandestinamente. A empresa, claro, nega.

Cresceu pouco
De acordo com a Organização de Países Exportadores de Petróleo, a Venezuela exportou em média 644 mil barris por dia em setembro.

Nada supera olho no olho
Jair Bolsonaro aproveitou bem a convivência com os demais presidentes, na 11ª Cúpula dos Brics. “Parece pouco, mas o contato humano ainda faz toda a diferença”, disse um experiente diplomata, surpreso com a desenvoltura do brasileiro cuja “inteligência e simpatia” encantou a todos.

Chinês é o cara
A comitiva chinesa à 11ª Cúpula dos Brics, incluindo o presidente Xi Jinping, encantou os funcionários do hotel Royal Tulip, em Brasília. Apesar de todo o poder, revelaram-se humildes, educados e simpáticos.

Secundarizando a objetividade
Ex-deputado que trocou o PT pelo PDT no Distrito Federal, Wasny de Roure quase deu um nó na língua para explicar a opção preferencial petista pela ladroagem: “o PT falhou ao secundarizar a sociedade”.

Passe disputado
A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) tem sido convidada a dar uns voos rasantes, em Brasília, em locais pilotados por opositores do presidente Bolsonaro. Mas ela permanece leal ao ideário que a elegeu.

Reforço no Fogão
Aplicativo que une passageiros a empresas de fretamento de ônibus, a Buser ampliou o patrocínio ao Botafogo até o final da temporada. O reforço ajudará o clube da estrela solitária na reta final do Brasileirão.

Uneal condena intolerância
Sobre o grupo de História Geral no Whatsapp, revelado nesta coluna, a Universidade Estadual de Alagoas, que não tem gerência sobre grupo de aplicativos, divulgou nota condenando “qualquer tipo de intolerância ou ato discriminatório que não respeite a dignidade da pessoa humana”.

Aula dentro e fora de campo
Técnico da seleção sub17 tetracampeã mundial, Guilherme Dalla Dea mostrou que, além de resgatar o bom futebol deixado de lado por Tite no time principal, mostrou cortesia institucional ao participar de almoço dos atletas com o presidente do País que defenderam em campo.

Sucessão da OAB
O presidente da OAB/MS, Mansour Karmouche, vem sendo sondado para disputar a presidência nacional da Ordem. Ele é do tipo agregador, habilidoso, e tem coragem. Atributos que faltam à cúpula atual.

Pensando bem...
...enquanto quem viaja ao exterior ou compra importados chora com o dólar alto, os exportadores estão rindo à toa.

Poder sem pudor

O quase ministro
Durante anos o paulista Castilho Cabral acreditou que quase foi ministro de Jânio Quadros. Tudo por causa de um telefonema nos dias em que o presidente eleito se encontrava em Paris: “Monsieur Castilhô... Monsieur Quadrôs...”, anunciou o telefonista. A voz de Jânio apareceria em seguida:

“Castilho, meu bem! Preciso de você no ministério, mas quero uma resposta agora...” Subitamente um ruído cortou a conversa, naqueles tempos sem DDD. “Monsieur Castilhô, São Paulô...” – insistia o tal telefonista, entre chiados. Era tudo uma brincadeira de dois amigos, Otto Lara Rezende (o “telefonista” parisiense) e José Aparecido de Oliveira, imitando Jânio.

Colaboram: André Brito e Tiago Vasconcelos

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

Wi-fi no avião presidencial custará R$ 2,3 milhões

O presidente da República, Jair Bolsonaro, que é “fissurado” em redes sociais, será o principal usuário dos serviços de In-Flight Connectivity (IFC) ao custo de R$ 2,3 milhões anuais para garantir …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Bolsonaro faz o que pregava: toma cloroquina

Diante dos primeiros sinais de que poderia ter contraído coronavírus, ontem, o presidente Jair Bolsonaro passou a tomar imediatamente o remédio cloroquina, como sempre defendeu. Ele iniciou a …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Aneel usa Covid e o dólar para ajudar “parceiras”

A crise se agrava, mas a agência “reguladora” de energia elétrica Aneel continua agindo como parceira de empresas e distribuidoras, em vez de regular em benefício do consumidor que a sustenta. …


Exclusivo
Cláudio Humberto

“Jair do B” reduz a fervura e até isola olavistas

É mais importante do que parece a mudança de Jair Bolsonaro, evitando crises ou fazer declarações ásperas “na grade”. Seus posts nas redes sociais ganharam redator profissional e textos sóbrios. Pode …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Exame da “ficha” adiou anúncio de ministro para segunda

O presidente Jair Bolsonaro convidou Renato Feder por telefone, ontem, para assumir o Ministério da Educação. O convite foi aceito. Mas ele foi avisado de que seu nome passaria por “pente-fino”, como …


Exclusivo
Cláudio Humberto

STF mantém “espada de Dâmocles” sobre Bolsonaro

Se Jair Bolsonaro mudou seu comportamento beligerante, trocando seu “presidencialismo de colisão” pelo estilo “paz e amor”, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que se revezavam nos insultos …


Exclusivo
Cláudio Humberto

ANP adia venda direta para atender atravessadores

O presidente Jair Bolsonaro até comemorou, com um post, a publicação da resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), ontem, autorizando a venda direta de etanol aos postos, sem …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Argentino que “detonou” Decotelli homenageou Lula

Em 21 de maio, um mês antes de o ex-ministro da Educação Carlos Decotelli ter sido desmoralizado com sua afirmação de que ele não concluiu curso de doutorado na instituição, o reitor da Universidade …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Decotelli “balança” e doutores fazem fila no MEC

O vexame curricular de Carlos Decotelli abriu nova disputa pelo cargo de ministro da Educação, e doutores com graduação de fato comprovada são enfileirados para assumir o cargo. Filhos do presidente …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Ecad manobra para faturar em dobro com “lives”

O sucesso das “lives” durante esse período de pandemia e isolamento fez crescer o olho do Ecad, responsável por coletar pagamentos por uso de músicas no País. A malandragem foi admitida pela …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados