search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Atendimento psicológico para alunos e professores

Especial Educação

Especial Educação

Atendimento psicológico para alunos e professores


O ensino de outro idioma para as crianças também é uma prioridade (Foto: Divulgação)
O ensino de outro idioma para as crianças também é uma prioridade (Foto: Divulgação)
Para comemorar três décadas na educação, o Colégio Duque de Caxias, localizado em Vila Velha, começará 2020 com novas perspectivas.

Uma delas é o atendimento psicológico para estudantes e professores para abordar e orientar sobre diversas questões, como problemas familiares, estresse, dificuldades na sociabilização e de aprendizado, entre outros.

Os profissionais têm perfil especializado para atender crianças e adolescentes. Se algum caso necessitar de atenção especial, será encaminhado para o consultório.

A escola atende crianças de dois anos até o ensino médio. “O projeto pedagógico envolve tecnologia, inovação e a tradição de 30 anos de mercado”, afirma a gestora educacional Verione Nascimento, explicando que um dos diferenciais do Duque de Caxias é o compromisso dos educadores na formação de profissionais e cidadãos.

O ensino de outro idioma também está entre as prioridades e, através de uma parceria com o CNA, os alunos terão 25% de desconto nos cursos de Inglês e Espanhol.

Já para a educação infantil foi fechada uma parceria com a Genius Kids, uma escola de Inglês itinerante, e as aulas serão ministradas no próprio colégio.

Os alunos vão contar, ainda, com reforço escolar durante todo o ano, num projeto em conjunto com o polo de Apoio Presencial da Faculdade Educacional da Lapa (Fael) em Vila Velha, instituição de ensino superior a distância. “Será oferecido reforço, caso os estudantes tenham dificuldade em alguma disciplina. Essa triagem será feita pelos próprios professores”, explica Verione.

E para finalizar com chave de ouro, a mantenedora e diretora da escola, a professora Cleuza Miranda Patuzzo, participou do Prêmio Educador Nota 10 que, desde 1998, reconhece e valoriza professores da educação infantil ao ensino médio e também coordenadores pedagógicos e gestores escolares de escolas públicas e privadas de todo o País.

Ela participou do processo com o Projeto Alfabetização Rápida, criado por ela, que consiste na adequação da aprendizagem às necessidades individuais.
 


leia mais / especial educação


Especial Educação

A nova escola da Educação 4.0

Especial Educação

O futuro é agora!

Especial Educação

Inspiração em países da Europa

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados