Notícias

Internacional

Ataque hacker expõe dados de 500 milhões de hóspedes de rede de hotéis


A rede de hotéis Marriott, maior conglomerado global do setor, informou nesta sexta-feira (30) ter sofrido um ataque hacker e que dados pessoais de 500 milhões de hóspedes foram comprometidos, segundo notícia publicada no jornal The New York Times.

A rede foi informada sobre a tentativa de ataque em setembro e, após uma investigação, foi confirmado o acesso não autorizado às informações. A ação pode ter ocorrido no dia 10 de setembro ou antes dele.

Foram comprometidos dados pessoais,como nome, data de nascimento, endereço, número de passaporte e email de quem fez reservas desde 2014.

Os hackers também obtiveram dados criptografados de cartões de créditos. Segundo o The New York Times, não está claro se essas informações poderão ser usadas de algum modo.

Em comunicado, o presidente executivo da Marriott, Arne Sorenson, afirmou lamentar profundamente o incidente. Segundo ele, a empresa não esteve à altura das expectativas de seus hóspedes e do que ela própria espera para si.

"Estamos fazendo tudo o que podemos para ajudar nossos hóspedes e aprendendo lições para melhorar no futuro", disse.

A companhia informou as autoridades sobre o vazamento de dados e buscará clientes para informar a situação.