Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

"Assassinato de ciclista foi crime bárbaro", diz secretário de Segurança

Notícias

Polícia

"Assassinato de ciclista foi crime bárbaro", diz secretário de Segurança


Roberto Sá, secretário de Estado de Segurança Pública (Foto: Fábio Nunes / AT)
Roberto Sá, secretário de Estado de Segurança Pública (Foto: Fábio Nunes / AT)

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta quarta-feira (15), o secretário de Estado de Segurança Pública Roberto Sá classificou o assassinato do ciclista e programador Carlos Renato de Souza, de 45 anos, como um "crime bárbaro". Carlos Renato foi morto no fim da tarde de terça-feira (14), quando passava de bicicleta na ponte Florentino Avidos (Cinco Pontes), que liga Vitória e Vila Velha. Ele teria reagido a um assalto.

Até o momento, dois suspeitos do crime foram presos pela polícia.

Para o secretário, o trabalho rápido da Polícia Civil proporcionou a prisão dos suspeitos. "A Polícia Civil fez uma prisão rápida e eficiente para um crime bárbaro. A sociedade capixaba acredita nas suas instituições. O maior ativo que a sociedade pode ter é a informação, dando credibilidade às instituições. Por isso a importância das pessoas ajudarem a polícia, fazendo denúncias", afirmou.

Ainda segundo o secretário, esta foi a segunda morte seguida de assalto neste ano. No mesmo período de 2018, foram registrados sete crimes deste tipo.

"Reimplantando o Estado Presente, com foco na redução da letalidade violenta e do crime contra patrimônios, a gente já vinha numa tendência de diminuição destes crimes. A gente não comemora esta redução porque sempre estamos falando de vidas perdidas. Eu quero enaltecer o trabalho da polícia ostensiva, que faz a prevenção e tenta fazer com que os crimes sejam evitados", declarou.

Daniel e Cocão foram presos nesta quarta-feira (15) (Foto: Divulgação / PCES)
Daniel e Cocão foram presos nesta quarta-feira (15) (Foto: Divulgação / PCES)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados