Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Após derrota para o CSA, Fluminense demite Fernando Diniz

Esportes

Esportes

Após derrota para o CSA, Fluminense demite Fernando Diniz


Fernando Diniz não resistiu à derrota do Fluminense para o CSA, no domingo (18), e foi demitido pelo clube carioca na manhã desta segunda-feira (19). O inesperado revés, no estádio do Maracanã, ainda derrubou a equipe para a zona de rebaixamento. O auxiliar técnico Marcão vai assumir o time de forma interina.

"O Fluminense FC desligou, na manhã desta segunda-feira, o técnico Fernando Diniz. O clube agradece o treinador e deseja sorte em sua carreira", anunciou o clube, em comunicado. "A diretoria trabalha na contratação do novo treinador e o auxiliar técnico Marcão assume a equipe interinamente."

Na noite de domingo, após a derrota, Diniz admitiu que estava sob forte pressão no comando da equipe, mas afirmou que se mantinha firme no cargo. "Eu vou continuar com o meu trabalho, que é correto. Estou determinado a manter o meu planejamento", comentara o treinador.

Diniz, contudo, foi alvo da torcida ao longo da partida e, principalmente, após o apito final. Ao fim de um jogo no qual o Flu registrou 33 finalizações, mas não conseguiu balançar as redes, Diniz foi vaiado, junto com os jogadores. Também ouviu xingamentos e frases como "time sem vergonha".

Nesta segunda, a diretoria tomou a decisão de mudar o comando da comissão técnica, na esteira de seguidos resultados irregulares do time. O Fluminense vem de duas derrotas consecutivas, sendo quatro revezes nos últimos cinco jogos. Foi o suficiente para deixar a equipe na 18ª e antepenúltima colocação da tabela, com apenas 12 pontos, a dois do Cruzeiro, primeiro time fora da zona da degola.

O técnico assumiu o Fluminense em dezembro do ano passado, após a disputa do Brasileirão. Desde então, o time registrou 18 vitórias, 15 derrotas e 11 empates, em 44 jogos disputados. O aproveitamento foi de 49,2%. No total, foram 71 gols marcados e 48 gols sofridos. No Brasileirão, o time carioca é dono da segunda pior defesa até agora.

Sem Diniz, Marcão vai comandar o Flu nesta quinta-feira na partida contra o Corinthians pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, em São Paulo. No fim de semana, o time vai descansar porque o duelo com o Palmeiras foi adiado. Assim, na sequência, o confronto seguinte será novamente contra o Corinthians, no Maracanã, na quinta seguinte, dia 29.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados