Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Apenas o começo
Painel da Folha de São Paulo

Apenas o começo

A prisão de 14 integrantes da Receita do Rio não encerra o embate entre auditores e tribunais superiores. O ministro do Gilmar Mendes, do STF, prepara processos contra os servidores que acessaram suas contas e as de sua mulher.

Apesar de a Lava Jato do Rio ter investigado em sigilo e por quase um ano o grupo que foi detido nesta quarta (2), Mendes segue convicto de que havia uma interface irregular entre procuradores e fisco –mas agora circunscreve as suspeitas à força-tarefa de Curitiba.

Me dê motivos - A interlocutores, o ministro ampara suas desconfianças em diálogos revelados pelo The Intercept Brasil. As conversas mostram procuradores de Curitiba falando sobre consultas informais da Receita a dados de autoridades.

Vai longe - Integrantes do Supremo reconhecem o esforço do presidente da corte, Dias Toffoli, de tentar chegar a um caminho do meio no caso que, na avaliação de muitos, impôs a maior derrota à Lava Jato. A maioria das apostas não aponta para uma solução do impasse nesta quinta (3).

Quinas - A tarefa é árdua, como comprovou sessão desta quarta, na qual não houve consenso e os ministros se dividiram em ao menos três alas. A missão de Toffoli foi chamada de "tentativa de buscar a quadratura do círculo".

Bem-vinda - Advogados se surpreenderam com a atitude da ministra Rosa Weber que, durante discussão da tese que vai balizar o tamanho da derrota da Lava Jato, adotou postura absolutamente garantista, alinhando-se a Celso de Mello.

Bem-vinda 2 - Weber defendeu que o direito do réu de apresentar alegações após seus delatores é inalienável, e que uma afronta à essa ordem representaria, por si só, um prejuízo à ampla defesa.

Gregos e troianos - Procuradores e integrantes do Ministério Público seguem achando o discurso de Augusto Aras vago. Avaliaram que, ao apresentar suas credenciais na cerimônia de posse, nesta quarta (2), ele quis agradar tanto bolsonaristas, como apoiadores da Lava Jato e até mesmo críticos à operação.

Território hostil - Quem participou da posse de Aras observou que, no momento em que o presidente Jair Bolsonaro mencionou o nome do ministro Serio Moro (Justiça), houve certa divisão na plateia e os aplausos foram mais tímidos do que anteriormente.

Para todos - O livro de Rodrigo Janot será usado pelas defesas de Joesley e Wesley Batista para rebater as acusações de que os irmãos manipularam o mercado financeiro para lucrar com a divulgação de sua delação.

Para todos 2 - O trecho no qual o ex-procurador descreve em detalhes a negociação da publicação de notícia sobre o acordo com O Globo será reproduzido pelos advogados no caso de insider trading.

Para todos 3 - A defesa do deputado Aécio Neves (PSDB-MG) também pretende explorar trechos da obra que tratam da delação da JBS. O relator da Lava Jato no STF, Edson Fachin, impôs medidas cautelares ao mineiro após ele ser gravado por Joesley, mas depois deixou a condução do caso.

Para todos 4 - A defesa de Aécio vê no livro um caminho para sustentar que Janot manipulou a escolha do juiz da causa entregando a Fachin uma cópia dos grampos de Joesley antes mesmo da assinatura de um acordo e de o STF definir quem relataria cada caso.

Bala na agulha - Aliados de Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) reclamam de um boicote ao ministro. Dizem que titulares de outras pastas recebem pedidos para preencherem cargos de indicação política, mas ignoram.

Parcelado - Senadores dizem que o governo negociou a liberação de R$ 15 milhões em emendas para aprovação da Previdência no primeiro turno e mais R$ 15 milhões para o segundo turno. Problema: os parlamentares reivindicam um pacote que soma R$ 4,5 bilhões em benesses.

Tipo exportação - Luiz Henrique Mandetta (Saúde) propôs parceria aos EUA na produção de vacinas, inclusive contra sarampo. Se o trato vingar, o Brasil produziria um bilhão a mais de imunizantes. O projeto prevê repasse de R$ 3 bilhões para ampliar instalações e bancar pesquisas da Fiocruz.

TIROTEIO

"Peculiar a preocupação da Joice, mas buraco na rua não é de direita nem de esquerda. Precisa ser tapado, não de debate".

De Andrea Matarazzo (PSD), pré-candidato à Prefeitura de SP, após Joice Hasselmann atrelar um veto ao seu nome à volta da esquerda.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Problema tem família grande

Ao implodir o PSL, Jair Bolsonaro praticamente sepultou as chances de migrar para uma legenda de grande ou médio porte. Dirigentes de partidos de centro-direita dizem ser "muito difícil" encontrar …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

À mulher de César

Além de dar ares de crise incontornável ao impasse entre Jair Bolsonaro e seu partido, a batida da Polícia Federal que atingiu o presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), ampliou a desconfiança entre o …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

O teto é o limite

A ofensiva de deputados para debater proposta de emenda constitucional que autorize prisão após segunda instância nesta terça (15), dois dias antes de julgamento no STF, foi vista com ceticismo por …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Engata a primeira

Apontado como meta logo no início da gestão de Dias Toffoli na presidência do Supremo, o projeto de acelerar a solução de impasses judiciais que travam obras em todo o país entra agora em fase …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Bate e volta

Sob ofensiva de Jair Bolsonaro, o PSL decidiu se armar. Dirigentes dizem que a sigla já está cotando, por conta própria, empresas que possam analisar suas contas – o presidente cobra auditoria de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Tela em branco

Integrantes da equipe econômica sugeriram incluir na reforma administrativa um dispositivo que proíba servidores públicos de terem filiação político-partidária. A vedação foi alvo de debates, na …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Pediu? Agora aguenta

O fragilíssimo equilíbrio do PSL implodiu com os últimos atos de Jair Bolsonaro. Deputados que manifestaram intenção de deixar a sigla ou que a atacaram publicamente, acompanhando o presidente, serão …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Soneto de separação

A cúpula do PSL não assiste inerte à movimentação de Jair Bolsonaro e de um grupo de deputados para se distanciar do partido. Ao contrário. A direção da sigla traça, há semanas, cenários para …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Maçã envenenada

Soou como tiro de alerta entre procuradores e juízes o telefonema, revelado pela Folha, nesta segunda (7), em que Marco Aurélio Canal, um dos auditores da Receita presos pela Lava Jato do Rio, disse …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Cai o véu

Para além do impacto da revelação, na Folha, de que a apuração sobre candidaturas laranjas no PSL de Minas levou a menções à campanha de Jair Bolsonaro, foi a reação de Sergio Moro (Justiça) à …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados