search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Alcolumbre usa gaveta para prejudicar diplomacia
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


Alcolumbre usa gaveta para prejudicar diplomacia

No exterior, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, adora o tapete vermelho dos diplomatas brasileiros, mas no Brasil ele os trata como inimigos, impedindo a tramitação de indicações de embaixadores.

Nem sequer leu (é uma formalidade regimental), por exemplo, a indicação do diplomata Hermano Telles Ribeiro para a embaixada no Líbano, datada de 31 de julho. Alcolumbre estaria retaliando a recusa de sua indicação de um ex-ministro de Dilma (PT) para representar Bolsonaro na ONU.

Provincianismo
Alcolumbre queria Mauro Vieira na ONU para retribuir rapapés em Nova York recebidos do embaixador, conhecido mestre da bajulação.

País prejudicado
Durante todo o ano de 2019, até agora, só 29 embaixadores passaram pelo crivo do Senado. Foram 47 nos últimos seis meses de 2018.

Ele não está nem aí
Alcolumbre (foto) avisou que a indicação de Nestor Foster para Washington, nossa principal representação no exterior, só será lida em 2020.

Tudo a mesma coisa
Um dos mais limitados presidentes de sempre do Senado, Alcolumbre não diferencia um embaixador do chefe do Funrural no Amapá.

Ramos pode cair e Fraga é citado para o cargo
O general Luiz Eduardo Ramos agrada no trato, é um gentleman, mas, inexperiente, sua atuação tem sido questionada. Até porque articulação política é para profissionais. Além disso, os demais ministros não lhe dão a mínima, não atendem suas demandas. A saída de Ramos, por desistência ou fadiga de material, fez abrir a bolsa de apostas. O nome mais citado, no corredor do 3º andar do Planalto, é o do ex-deputado Alberto Fraga (DEM-DF), amigo de Jair Bolsonaro há mais de 40 anos.

Costas largas
A estabilidade de Ramos no emprego é determinada pela amizade e admiração de quem decide no governo: Bolsonaro & filhos.

Experiência
Sergipano, político experiente, Fraga foi deputado federal por quatro vezes no Distrito Federal. Ele é coronel da reserva da Polícia Militar.

Incompreendido
O general Ramos tem se queixado, a interlocutores, de bola nas costas dos demais ministros e da falta de visibilidade do seu trabalho na mídia.

Polícia desacreditada
Estranha a atitude do governador do Pará, Helder Barbalho, trocando o primeiro delegado que teve a coragem de mexer no vespeiro de ONGs picaretas e ongueiros idem. É forte o lobby das ONGs, na região.

Precedente perigoso
O jurista Gustavo Badaró vê risco à privacidade de alguns cidadãos com a decisão do STF. “Parentes de investigados, que não cometeram crime algum, têm sua privacidade fiscal e bancária devassada”, disse.

Fundão sem limites
O Congresso derrubou o veto de Bolsonaro ao artigo da “minirreforma” que definia o Fundão Sem Vergonha. Voltam as emendas impositivas de bancada para serem usadas – sem limite – para bancar a eleição.

Mordomia até no motel
O vereador José Roberto Esteves (MDB) foi cassado por unanimidade por ter usado carro oficial da Câmara de Pedro de Toledo (SP) para ir ao motel “The Queen”, em São Paulo. O caso já foi enviado ao MP.

Abusar é crime hediondo
Projeto da deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF) torna crime hediondo o abuso sexual de crianças. Segundo ela, a intenção é aperfeiçoar o combate a crimes dessa natureza.

Isto não é crime hediondo
Já o deputado Chiquinho Brazão (Avante-RJ) quer tornar “crimes hediondos” contrabando e falsificação de cigarros. Cigarro falso viraria crime mais grave que alguns tipos de homicídio... que vexame.

Estudo não se perde
Cursar o Ensino Médio em tempo integral deve ser uma estratégia do governo para atingir melhores resultados. Secretário do MEC, Jânio Macedo prevê aumento de 50% com mais 500 escolas já em 2020.

Otimismo de volta
Levantamento do SPC Brasil revelou que houve aumento do número de pessoas que pretendem usar o 13º salário para comprar presentes para as festas de fim de ano. Este ano serão 32% contra 23% em 2018

Pensando bem...
... soltar, no Pará, suspeitos de incendiar a floresta é como deixar uma raposa tomar conta do galinheiro: tem tudo para virar fogueira de novo.

Poder sem pudor

Sonho compartilhado
Candidato a senador em 1986, Mauro Benevides estava em um palanque na praça dos Franciscanos, Juazeiro do Norte (CE), quando o candidato a deputado estadual Marcus Fernandes contou a lorota em forma de “sonho”:

“Sonhei que Padre Cícero Romão Batista baixava num monte em nuvens diante de mim e, com aquela voz tronitoante, que só os santos possuem, apontou pra mim e disse: 'Marquinhos tu és um dos meus!'”.

Benevides cutucou o orador e implorou, ao pé do ouvido: “Marquinhos, por favor, me bota nesse sonho!...”

Colaboram: André Brito, Jorge Macedo e Tiago Vasconcelos

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

Adiando lei, STF assume “tutela” sobre os poderes

Ao adiar a vigência da lei do juiz de garantias, o Supremo Tribunal Federal (STF) assume sua “tutela” sobre o Executivo e o Legislativo, cujas decisões só são válidas após uma “segunda sanção” da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

“Taxar o sol” fere compromisso assumido em Paris

O lobby das distribuidoras de energia plantou na Aneel a ideia de taxar quem investiu na geração da própria energia, principalmente solar, mas as consequências poderiam ser gravíssimas se o president…


Exclusivo
Cláudio Humberto

Petrobras de Bolsonaro corta 90% da propaganda

Um dos maiores anunciantes do Brasil, sob comando do governo federal, a estatal Petrobras cortou drasticamente a verba publicitária no primeiro ano de governo de Jair Bolsonaro. Corte chegou a 90%. …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Maia “esquece” acordo e já articula sua sucessão

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já esqueceu o acordo que fez há um ano no apartamento paulistano do presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), para apoiar o deputado Arthur Lira à …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Domínio dos combustíveis é desafio a Bolsonaro

O governo Bolsonaro precisa decidir, e logo, o que fazer do estratégico setor de combustíveis, antes que os distribuidores dominem tudo. E eles não são flor que se cheire: foram o epicentro de …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Veto a brasileiros no México preocupa Itamaraty

O Ministério das Relações Exteriores demonstrou preocupação com o aumento do número de brasileiros barrados ao tentar entrar no México. Relatos de viajantes falam em detenções em condições de cárcere …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Cartel de atravessadores conta com ajuda da ANP

Contando com aliados na agência reguladora da ANP, os magnatas de distribuição de combustíveis pretendem assumir o controle total do setor, até para aumentar seus lucros explorando o consumidor. …


Exclusivo
Cláudio Humberto

DPVAT já não consegue enganar Toffoli e o STF

O noticiário reproduz a alegação de lobistas de que o DPVAT “ajuda os pobres” pagando remédios e assistência hospitalar, e indeniza vítimas de acidentes nos casos de morte ou invalidez. É uma …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Atravessadores fazem ministro ignorar Bolsonaro

Deve se estender ao cartel de distribuidores de combustíveis a atitude correta do presidente Jair Bolsonaro contra a ameaça criminosa da Aneel à geração de energia solar. Bolsonaro já se …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Congresso prepara marco legal da inovação

O governo deve enviar ao Congresso ainda no início de fevereiro uma proposta para criar o marco legal das startups (empresas de inovação). O texto será anexado a projeto que começou a ser analisado …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados