Esportes

Esportes

Alberto Valentim 'morde e assopra' no Vasco


Técnico Alberto Valentim (Foto: Rodrigo Gavini/ AT/ 17/03/19)
Técnico Alberto Valentim (Foto: Rodrigo Gavini/ AT/ 17/03/19)
Alberto Valentim não teve coragem de seguir o protocolo da maioria dos técnicos após derrotas e sair em defesa do Vasco depois dos 2 a 0 para o Flamengo, ontem, pelo primeiro jogo da decisão do Campeonato Carioca. O treinador admitiu que o time foi totalmente superado pelo rival no Nilton Santos.

Em meio à frustração, no entanto, ele tentou manter a confiança para a segunda partida, no próximo domingo, no Maracanã.

“Precisamos lembrar que o regulamento permite que o Vasco zere tudo marcando dois gols. Precisamos refletir, buscar o equilíbrio que tivemos em outros momentos, e buscar os gols que precisamos. Sem desespero”, apontou.

Valentim colocou nos erros de passes boa parte da culpa pela má atuação contra o Flamengo. Também chateou o técnico a falta de jogadas pelas laterais: “Contra uma equipe com a qualidade do Flamengo, você tem de beirar a perfeição. Tem de estar taticamente bem e com um nível de acerto grande. Não foi o que fizemos”.

A ordem em São Januário é não apontar desculpas para o fato de o time ter sido dominado pelo rival, o que inclui alegar o momento financeiro superior do Flamengo, com elenco mais farto de grandes nomes.

Segundo ele, o Vasco pode encontrar em si mesmo o caminho para ainda ser campeão. “Sabemos que podemos jogar melhor”.

Pikachu concordou com o técnico: “O Flamengo conseguiu neutralizar nossas jogadas. Mas temos condições de reverter o resultado”.

Copa do Brasil

Antes de rever o Flamengo, o Vasco precisa juntar os cacos e elevar a autoestima para a partida contra o Santos, quarta-feira, na Vila Belmiro, pela quarta fase da Copa do Brasil. “Precisamos escalar o que temos de melhor, também levando em consideração a parte física. O Santos é um grande time também”, disse Valentim.