search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ai, Jesus
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


Ai, Jesus

Confesso que acho engraçada essa humildade estratégica que une os torcedores do Flamengo numa corrente por um final de ano histórico. Nas esquinas ou nas redes sociais, de anônimos a famosos, não se vê um só rubro-negro festejando a conquista antecipada do título do Brasileiro, ou dando como favas contadas a classificação à final da Libertadores.

Diz um amigo que é o antídoto “anti-cheirinho”, um mecanismo de proteção às frustrações vividas nos últimos anos.

Ainda assim, percebe-se com facilidade que estão todos orgulhosos com o trabalho da diretoria, encantados com o futebol implantado por Jorge Jesus e confiantes nas duas conquistas. Mas, enquanto a estatística der 1% de chances aos rivais, a superioridade técnica do time será decantada apenas pelos demais.

O receio de que a onda de desfalques possa influenciar o desempenho coletivo ainda deixa muita gente ressabiada, à espera do Fla-Flu deste domingo (20) para dar como aberta a fase decisiva da temporada.

O confronto, em si, não decide nada. Mas a vitória rubro-negra obrigará Palmeiras e Santos a vencerem seus respectivos jogos contra Athletico/PR e Atlético/MG, fora de casa, para a vantagem de oito pontos sobre o segundo colocado não subir para 11.

Mais do que isso: um novo triunfo manterá a atmosfera positiva para o duelo que vale vaga na final da Libertadores, na quarta-feira (23), contra o Grêmio, no Maracanã.

É realmente momento mágico que não lembro de o Flamengo ter vivido desde a era Zico. E isso não se dá apenas pela possibilidade de o time voltar a decidir o título que leva ao Mundial de Clubes. É pelo todo.

O trabalho feito no Flamengo, do saneamento das finanças à montagem do elenco, produz encantamento e tem mesmo de ser decantado, sem medo de cobranças ou queixumes.

Porque ele está fazendo com que os clubes cariocas olhem para si e vejam o quanto se atrasaram no processo de modernização. E isso, por si só, já é um legado para o futebol.

Como o jogo deste domingo é um Fla-Flu e este clássico tem uma magia própria, não acho nem um pouco impossível que o time de Marcão prolongue a disputa do título do Brasileiro. Até porque, se houve um adversário a causar desconforto ao Flamengo em 2019, este foi o Fluminense.

A diferença é que em nenhum deles o técnico rubro-negro era Jorge Jesus. O que torna o confronto ainda mais emocionante.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O pecado capital

De todas as discussões sobre o técnico Jorge Jesus e do Flamengo que ele criou para deleite dos amantes do bom futebol, a única que o torcedor não deveria alimentar é a que fala do ódio dos técnicos …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

A disputa do título Brasileiro, há algum tempo restrita a Flamengo e Palmeiras, acabou nesta rodada 33 com o empate em 1 a 1 do time paulista com o Bahia, em Salvador. O olhar dos rubro-negros …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Plano de voo

A real possibilidade de um final de ano maravilhoso, com conquistas dos títulos do Brasileiro e da Libertadores, e a consequente classificação para o Mundial de Clubes, no Catar, faz com que a …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O vencedor

Flamengo e Vasco não fizeram um jogo como outro qualquer do Campeonato Brasileiro na noite de quarta-feira, no Maracanã. Horas após o final da partida ainda havia quem não tivesse entendido a …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O bom duelo

Já há algum tempo não se via um clássico Flamengo x Vasco com qualidade tão distinta em reta final de Brasileiro. Nos anos de conquista de título, tanto de um lado quanto do outro, houve sempre …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

O número de pontos que faz do Flamengo a bonita máquina de quebrar recordes no Brasileiro traz de volta a discussão sobre a atual fórmula de disputa criada pela CBF em 2003 — polêmica, por ora, …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Polêmica sem fim

Tantos foram os avisos que já nem me surpreendo mais com as reclamações sobre as marcações polêmicas em favor de A, B ou C. A CBF amarrou mal o pacote de implementação do VAR no futebol …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A volta ao início

Logo depois que o conselho da Conmebol decidiu, em fevereiro de 2018, que a Libertadores de 2019 seria disputada em final única, três cidades se lançaram como candidatas a receber o evento: Lima …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

O Flamengo chegou a 71 pontos, com 21 jogos de invencibilidade de Jorge Jesus — entre Brasileirão e Libertadores —, e uma certeza: a força ofensiva põe o time num ponto fora da curva. O líder do …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A cartilha

Quer dizer então que a diretoria do Fluminense já não acredita que o ex-interino Marcão seja o nome mais indicado para tirar o time do atoleiro em que se encontra no Brasileiro, não é mesmo? A nove …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados