Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Afeganistão: ataque suicida em casamento mata 63 pessoas

Notícias

Internacional

Afeganistão: ataque suicida em casamento mata 63 pessoas


Um atentado suicida ocorrido em uma festa de casamento lotada na capital afegã, Cabul, matou pelo menos 63 pessoas, incluindo mulheres e crianças, disseram autoridades do país neste domingo. Este foi o ataque mais violento deste ano em Cabul.

Outros 182 civis ficaram feridos na explosão que ocorreu na noite de sábado, disse o porta-voz do governo, Feroz Bashari. O porta-voz do Ministério do Interior, Nusrat Rahimi, confirmou o número de vítimas, e as famílias já começavam a enterrar os mortos. A explosão ocorreu em um bairro do oeste de Cabul que abriga grande parte da população minoritária xiita Hazara.

Moradores de Cabul estão indignados com a continuidade da violência, mesmo quando os Estados Unidos e o Taleban dizem que estão se aproximando de um acordo para acabar com o conflito de 18 anos, a guerra mais longa dos Estados Unidos. O Taleban condenou o ataque como "proibido e injustificável" e negou qualquer envolvimento.

O agressor detonou seus explosivos perto do palco onde músicos estavam tocando e "todos os jovens, crianças e todas as pessoas que estavam lá foram mortos", disse uma das testemunhas, Gul Mohammad. Ahmad Omid, um sobrevivente, disse que cerca de 1.200 pessoas haviam sido convidadas para o casamento da prima de seu pai. 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados