Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ácido hialurônico para tratar lesões no joelho

Especial Saúde

Ácido hialurônico para tratar lesões no joelho


O ortopedista Marcelo Sarmenghi é especialista em lesões do joelho (Foto: Divulgação)
O ortopedista Marcelo Sarmenghi é especialista em lesões do joelho (Foto: Divulgação)
Dados do Ministério da Saúde revelam que a artrose, doença articular na qual há degeneração ou desgaste da cartilagem, atinge 15 milhões de pessoas no Brasil.

Entre os locais mais acometidos pela doença está o joelho. Porém, já há tratamentos, como a viscossuplementação, que melhora a função articular e diminui a dor.

Segundo o ortopedista Marcelo Sarmenghi, especialista em lesões do joelho, o tratamento ajuda a repor o fluido das articulações, por meio de aplicação de um gel de ácido hialurônico dentro das articulações do joelho.

“Podemos dizer que seria como colocar um lubrificante entre as estruturas ósseas e cartilaginosas das articulações, diminuindo o atrito articular com a absorção de impacto, regenerando a cartilagem sem agredi-la, o que diminui a indicação da prótese no joelho”, explica.

Ele ressalta que o procedimento é rápido e não há a necessidade de internação. “A infiltração do joelho para viscossuplementação é um procedimento rápido e simples, praticamente indolor, que pode ser feito no consultório médico, com anestesia local. Depois da aplicação o paciente pode andar normalmente”, detalha.

De acordo com o especialista, a doença pode piorar progressivamente com o tempo e atinge com mais frequência pessoas acima dos 40 anos, sendo que, em pacientes acima dos 60 anos, a artrose pode deixá-los incapacitados.

Outra causa de dor no joelho é a condromalácia patelar, ou “amolecimento da cartilagem”, lesão comum entre jovens e atletas. Ocorre por um excesso de pressão nos joelhos e pode ocasionar dor na parte da frente do joelho, principalmente quando a pessoa corre, sobe escadas e se agacha.

“Esse tratamento, que serve para todas as idades, também pode ser usado como prevenção de futuros traumas, como em casos de pacientes que praticam atividade física com frequência ou no caso do paciente que não quer passar por uma cirurgia”, explica o ortopedista.

Segundo Marcelo, a maioria dos pacientes relata sentir alívio da dor, melhora da mobilidade e da qualidade de vida e, consequentemente, diminuição da ingestão de remédios, após o procedimento.

 (Foto: Caderno Especial Tribuna)
(Foto: Caderno Especial Tribuna)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados