Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

A segurança pública e as novas tecnologias
Tribuna Livre

A segurança pública e as novas tecnologias

O uso das novas tecnologias inteligentes no sistema de segurança pública tornou-se uma realidade nos últimos anos e tem transformado a gestão da segurança pública em algumas cidades do país. O papel da tecnologia vem ganhando protagonismo dentro das instituições de segurança e a implementação, bem como a estruturação, de sistemas de informação impulsionam a maior efetividade e capacidade de resposta das agências de segurança pública.

Na cidade de Vitória o Cerco Inteligente de Segurança é um bom exemplo de como o uso de ferramentas tecnológicas pode redundar em resultados bastante significativos na área de segurança pública para a sociedade.

O inovador sistema de reconhecimento óptico de caracteres (OCR) está completando um ano de funcionamento e já apresenta números expressivos. Em aproximadamente 12 meses de atividade o sistema de rastreamento contribuiu para que a Guarda Municipal de Vitória e a Polícia Militar recuperassem 130 veículos, ou seja, para termos uma referência o OCR reduziu em 50% o quantitativo de furtos e roubos de veículos, se compararmos os três primeiros meses de 2019 em relação a 2018, segundo dados da Secretaria Municipal de Segurança Urbana de Vitória.

No mesmo período houve registro de redução de 19% de crimes contra o patrimônio na capital e também podemos atribuir ao sistema parte do resultado de queda, pois, em geral, o crime contra o patrimônio está associado ao uso de veículos.

A experiência da capital com o sistema de rastreamento veicular OCR tem sido tão exitosa que governo do Estado já analisa a possibilidade de expandir o uso da tecnologia para outros municípios, o que significaria um salto qualitativo bastante interessante no que se refere à gestão de segurança pública do atual governo estadual associado ao uso de novas tecnologias no campo da segurança e defesa social.

Outro aspecto relevante diz respeito ao uso do Cerco Inteligente de Segurança como ferramenta de auxilio às investigações policiais, tornando-se instrumento de integração para os trabalhos executados entre a Guarda Municipal de Vitória, as polícias Civil, Militar e Federal, assim como o Ministério Público. Verificamos que o emprego da inteligência policial, por intermédio do uso de tecnologias inovadoras e softwares de inteligência artificial, vem transformando-se em um dos fatores mais relevantes para a redução dos índices de criminalidade na cidade de Vitória.

Os resultados do Cerco Inteligente de Segurança de Vitória demonstram a importância do uso das novas tecnologias na perspectiva de consolidação de um modelo, ainda incipiente em nível nacional, de governança para o sistema de segurança pública pautado em accountability (prestação de contas) e transparência, com foco no alcance de maior eficácia para as políticas públicas de segurança.

Com melhores equipamentos e uso de tecnologias é possível potencializar os trabalhos das guardas municipais e das polícias, inclusive com destaque para o papel protagonista dos municípios no que refere a sua participação no sistema de segurança pública.

Bruno Medeiros Loureiro é especialista em Segurança Pública e gerente de Formação da Guarda Municipal de Vitória
 


últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Que tipo de pensamento estamos nutrindo?

Você pensa sobre o conteúdo do seu pensamento? Da mesma forma que somos cuidadosos ao preparar nosso prato de comida, deveríamos ter o mesmo carinho para cuidar do conteúdo mental, a qualidade dos …


Exclusivo
Tribuna Livre

Inspeção predial: check-up de edificações pode evitar tragédias

O desabamento da área de lazer do condomínio residencial de luxo Grand Parc, em Vitória, completa três anos em julho. Casos como esse podem ser evitados com a observância de cuidados como o atendimen…


Exclusivo
Tribuna Livre

Integração para enfrentar a criminalidade articulada

É sabido por todos, principalmente por aqueles que labutam na área da Segurança Pública, que o crime apresenta várias vertentes e os bandidos utilizam meios cada vez mais articulados para o cometimen…


Exclusivo
Tribuna Livre

Reclamação do cliente pode ser oportunidade para a empresa

A palavra “reclamação” é vista pela maioria das empresas como algo negativo, mas a grande verdade é que a reclamação é uma excelente oportunidade para “enxergarmos” falhas em nossos processos e em …


Exclusivo
Tribuna Livre

O desafio de tratar a dependência química

A dependência química é uma doença complexa, já considerada um dos maiores desafios de saúde pública no País. Diferentes pesquisas mostram o aumento do uso de drogas em todas as classes sociais. A …


Exclusivo
Tribuna Livre

Homenagem a um médico que fez a diferença

Recentemente perdemos um dos grandes personagens capixabas. Estamos nos referindo ao professor Carlos Sandoval Gonçalves, ícone dentre os pesquisadores e professores de Medicina do Brasil, que …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação especial como política pública

Historicamente, a educação especial para pessoas com deficiência é oferecida por instituições privadas, incluídas as especializadas, confessionais e filantrópicas. A partir de 1973, ela foi incorpora…


Exclusivo
Tribuna Livre

O “ser mulher” e a busca pela sobrevivência

Era uma vez uma selva, onde morava uma leoa muito dócil e, ao mesmo tempo, valente. Cuidava de seus filhotes e ia à caça para não lhes faltar alimento. Por instinto, fazia o que preciso fosse para …


Exclusivo
Tribuna Livre

Deixa falar! Deixa viver!

De acordo com o Atlas da Violência 2019, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a morte no Brasil tem cor, idade, gênero, classe social e nível de escolaridade. Ou seja, quem …


Exclusivo
Tribuna Livre

Respeito à vontade do idoso sobre sua saúde

Respeitar a vontade do paciente idoso quando ele ainda possui domínio mental sobre a própria vida por meio da Diretiva Antecipada de Vontade (DAV) é um recurso que, aos poucos, vem ganhando força e …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados