search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

A música romântica e a visão de mundo
Tribuna Livre

A música romântica e a visão de mundo

Em 1995 escrevi algo sobre a as diferenças entre o romantismo pós-wagneriano e o estilo francês (impressionista, pós-impressionista, de Stravinsky, de Satie, etc). Hoje, retomo ao tema, estando socialmente ressaltada a necessidade de uma outra compreensão de mundo que não a marxista, em suas variações.

Existe um marxismo explicativo, ou, uma forma de ser explicativa dos fenômenos sociais, que apenas lê o marxismo, mas nada faz para mobilizar massas ou mesmo indivíduos.

Como diriam o músico e poeta Aldo Medeiros Bonifácio e seu parceiro poeta Marcus Nicodemus Cysne, numa crítica ao regime militar brasileiro, em 1983, ainda dois anos antes do fim desse mesmo regime: “Livre pensar é só pensar”. Frase publicada em livro independente pelo poeta Cysne.

Eu diria que, em alguns casos, sim. Eu, particularmente, não moveria uma palha para incitar lutas de classes.

A tese da inadequação dessa forma de luta política foi vivenciada por todos nós, brasileiros, nos últimos 16 anos, pelo menos. Inadequação comprovada.

Voltando à arte, há, no meu ver, uma diferença entre: 1) uma forma de música plana, ou, horizontal, que pode ser arquetipicamente representada pelo mantra: uma sílaba qualquer, qualquer mantra, soando no tempo, em uma nota musical só, figura muito bem a linha horizontal que seria como um borrão, em forma de linha, da nota musical soando no tempo, em alteração de “pitch” , ou seja, uma nota só, mesmo.

No outro extremo, estaria a música de Debussy, em escalas de tons inteiros, constituindo blocos espaciais, quadros de notas musicais que pairam ante nossa visão, coisa semelhante ocorrendo na poesia “espacial”de Stéphane Mallarmé “Um lance de dados”.

Estou falando da virada do século XIX para o século XX. Ora, o mantra é o exemplo limite. A nota única. Mas, o canto gregoriano, chamado “cantochão” (canto plano), também configura, no meu ver, um exemplo de horizontalidade na música, e, ainda, na música vocal.

Ocorre que toda a música, a partir do advento da música notada, música metrificada e escrita em partituras, coisa que se afirma logo após o Renascimento musical, às portas do século XVII, na Itália e em outra partes do mundo, semelha ser algo de métrica constante e marcada. Pulsada.

Veja-se a peça instrumental “As Quatro estações”, do Padre Antônio Vivaldi, por exemplo. O clima harmônico e as melodias do “Inverno”, pode-se exemplificar, já apresenta uma densidade emocional tipicamente romântica, que lembra a própria densidade psicológica da pintura veneziana, desde o renascimento e, também no Barroco.

A peça “As Quatro estações” é uma obra barroca. Mas, esta obra é métrica. Não há a intenção do compositor distender no tempo, criando uma espécie de diagonalidade (termo meu já usado em alguns projetos que fiz para doutorado, hoje “engavetados”, a fraseologia musical. Ora, que já ouviu qualquer peça para piano de Beethoven sabe que, principalmente, nas cadências musicais, o músico intérprete pode colocar o seu “andamento” e o seu “tempo” no trecho da obra.

Modéstia à parte, tive a oportunidade de executar, num festival de música erudita, em 1983, um concerto para flauta e orquestra de Maurício de Oliveira, obra que ainda quero gravar.

Diagonalidade sentida ao menos no viés da “cadenza”. Brindemos ao compositor carinhosamente chamado por nós de Maurício.

Ernesto de Souza Pachito é compositor, arquiteto, poeta, doutor em Letras e professor da Ufes.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação inclusiva precisa de um olhar além do diagnóstico

A inclusão dos estudantes com deficiência ainda é um grande desafio. Apesar de, ao longo da última década, muitas mudanças significativas de entendimento acerca do assunto terem acontecido, algumas …


Exclusivo
Tribuna Livre

Custo Brasil é um desperdício de tempo e dinheiro do contribuinte

O chamado “custo Brasil” é uma antiga expressão utilizada para designar as despesas adicionais que empreendedores brasileiros enfrentam para realizar negócios no País, em relação a outras nações …


Exclusivo
Tribuna Livre

A lei que regula a proteção de dados não deve ser adiada

A proposição de adiamento do início da vigência plena da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), objeto do Projeto de Lei 5.762/2018, em tramitação no Congresso Nacional, significa um lamentável …


Exclusivo
Tribuna Livre

Conde d´Eu nunca deixou de amar o Brasil que o acolheu

A vida de Gastão de Orléans não foi fácil. Aos 5 anos, foi exilado de sua pátria natal, a França, por um golpe republicano que destronou seu avô, o rei Luís Felipe. Uma de suas primeiras lembranças é …


Exclusivo
Tribuna Livre

Meio ambiente e a mudança de comportamento das empresas

Não há como negar que a preocupação com a preservação do meio ambiente se propaga por todo o planeta. A sustentabilidade, a reciclagem de resíduos e materiais, o tratamento e reaproveitamento da …


Exclusivo
Tribuna Livre

A sabedoria do planejamento na empresa e na vida privada

Com a globalização, inovações tecnológicas, políticas econômicas restritivas e inúmeras variáveis que afetam as empresas e nós individualmente, temos de intensificar a utilização da mais nobre das …


Exclusivo
Tribuna Livre

Lei de abuso de autoridade e a independência da magistratura

Está em pleno vigor a Lei nº 13.869, de 5 de setembro de 2019, que “define os crimes de abuso de autoridade, cometidos por agente público, servidor ou não, que, no exercício de suas funções ou a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Reforma tributária com justiça fiscal é o novo desafio do Brasil

No passado, os choques do petróleo (1973 e 1979) fizeram muito mal à economia brasileira, pois o País era um grande importador e não possuía uma situação externa favorável. Atualmente, por conta das …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação financeira é aliada no combate ao endividamento

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) indicam que cerca de metade dos brasileiros (48%) tiveram o CPF negativado em pelo menos …


Exclusivo
Tribuna Livre

É tempo de falar e debater a sexualidade na adolescência

A campanha lançada pelo Governo Federal de prevenção à gravidez adolescente, “Tudo tem seu tempo”, tem como principal mensagem a abstinência sexual como método contraceptivo. No entanto, é possível …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados