search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

A importância do operador portuário de berço público
Tribuna Livre

A importância do operador portuário de berço público

Ao participarmos de um encontro que reuniu as principais lideranças empresariais e especialistas do setor portuário brasileiro, inclusive com a participação de representantes do governo, demo-nos conta que não apenas as principais autoridades brasileiras, como também a grande maioria do empresariado e dos estudiosos têm enfrentado a questão da desestatização dos portos brasileiros sem o correto diagnóstico do setor.

O fato é que, após várias exposições e debates, restou a ideia de que, para a grande maioria das pessoas, o setor portuário é formado por autoridades portuárias ineficientes e grandes terminais, privados ou concessionários/arrendatários de áreas públicas.

Em que pese a grande importância desses integrantes do cenário portuário nacional, não se pode deixar de mencionar os inúmeros operadores portuários de berços públicos, que asseguram a democratização dos portos, possibilitando que uma infinita variedade de cargas, comercializadas por empresas de diversos portes, tenham garantida sua entrada e saída em território nacional.

Não pretendemos, e nem poderíamos fazê-lo, tirar ou diminuir a importância dos grandes terminais portuários, que em muito contribuíram para a modernização dos portos brasileiros.

Sem eles, sabidamente o sistema portuário nacional teria colapsado há anos. Todavia, não se pode duvidar que muitas cargas não despertam o interesse desses terminais, seja pelo baixo volume ou lucratividade, seja pela incompatibilidade de sua movimentação com as principais cargas dos terminais.

Nesse sentido, o berço público cumpre importante papel na economia nacional, pois possibilita a operação de várias cargas distintas.

Neste caso, a especialidade ou expertise fica a cargo dos operadores portuários que, devidamente habilitados, têm suas estruturas dimensionadas para o atendimento destes “pequenos” clientes. Assim, um terminal que opera a descarga de fertilizantes pode, ato contínuo, receber um navio de pedras (granito) ou de carga projeto, ou mesmo produtos siderúrgicos, atendendo a diversos interesses comerciais.

A cadeia logística de várias cargas movimentadas em portos brasileiros foi desenvolvida, se não em sua totalidade, mas com forte ajuda dos próprios operadores, que atraíram as cargas para suas regiões, desenvolvendo e amadurecendo a cadeia logística envolvida.

Além da efetiva democratização do modal marítimo garantindo seu acesso ao micro, pequeno e médio empresário do comércio exterior, os operadores portuários de berço público geram milhares de empregos diretos e indiretos, garantindo, ainda, significativa entrada de receita para o erário público.

Deve-se atentar que, ao se tratar de desestatização ou privatização dos portos brasileiros, em decorrência da ineficiência das autoridades portuárias, mesmo em berços públicos, as operações já são realizadas em sua totalidade por empresas privadas.

Abre-se, com isso, a oportunidade para futura reflexão acerca do modelo a ser adotado no processo de desestatização, que deverá considerar todos os envolvidos no complexo sistema portuário nacional, sejam terminais privados, arrendados, concedidos e operadores de berços públicos.

Roberto Garofalo é presidente do Sindicato dos Operadores Portuários do Estado
do Espírito Santo (Sindiopes)

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Classe artística se reinventa durante a pandemia da Covid-19

Após o choque inicial, surge a adaptação a esta nova realidade. O mundo virtual está mais presente do que nunca e o grande desafio é se recriar a cada dia já que a arte não pode parar. Com a pandemia …


Exclusivo
Tribuna Livre

Trabalhadores de aplicativos são autônomos ou empregados?

Numa “live” recente, o ministro Paulo Guedes referiu-se a taxistas e faxineiras como “empreendedores”. Mas...seriam mesmo? Dicionários online ensinam que empreendedor é o “indivíduo que possui …


Exclusivo
Tribuna Livre

O Rio de Janeiro continua lindo, mas até quando?

Matéria jornalística exibida recentemente no Rio de Janeiro apresentou dados aterrorizantes da criminalidade no estado. Os dados apontam um mapa inédito do crime e foi produzido pela Polícia …


Exclusivo
Tribuna Livre

Desafios da liderança em tempo de pandemia e home office

O ambiente organizacional ao longo dos anos vem passando por várias mudanças como, por exemplo, desenvolvimento de tecnologias, mudança dos mercados, das relações de trabalho, dentre outras. Além …


Exclusivo
Tribuna Livre

A pandemia, o déficit de visibilidade e o desvario do olhar

No antigo normal, na vida que se vivia em duas fatias, a presencial e a digital, o olhar e o dar-se ao olhar alheio permitiam uma verdadeira farra de visibilidade. Mas, no meio da vertigem de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Motivação no isolamento torna a rotina menos estressante

Diante de uma pandemia e do isolamento social, pessoas com rotinas agitadas foram de repente obrigadas a desacelerar. Ganharam mais tempo com a família, aumentaram os afazeres de casa, tiveram seus …


Exclusivo
Tribuna Livre

Congresso tem mais funcionários do que 48 municípios do Estado

O Congresso Nacional aprovou e já está em pleno vigor a Lei Complementar nº 173, de 27 de maio de 2020, que trata da ajuda financeira a estados e municípios e estabelece o “Programa Federativo de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Desafios da educação após a pandemia do novo coronavírus

Estudos recentes, como em Todos pela Educação (05/2020), mostram que os desafios com que se defrontarão gestores e profissionais da Educação quando do retorno das aulas presenciais são de tal …


Exclusivo
Tribuna Livre

A digitalização dos planos de saúde acelerada pela pandemia

Grandes desafios podem provocar grandes revoluções. A necessidade de superar adversidades leva a humanidade a repensar hábitos e valores e a usar todo o seu potencial de criação. Nestes tempos …


Exclusivo
Tribuna Livre

A importância da Lei da Fauna capixaba em tempos de Covid

Em dezembro de 2019, foi sancionada a Lei Estadual de Proteção à Fauna que, dentre outros assuntos, cuida da prevenção de doenças advindas da relação humana com os animais, alertando sobre o perigo …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados