search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

A fragilidade defensiva do Flu
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


A fragilidade defensiva do Flu

Tivesse um pouco mais de eficiência nas finalizações, o Fluminense voltaria de Medellín, na Colômbia, ainda invicto na Copa Sul-Americana. Mas, com um olhar um pouco mais crítico, percebe-se que a vulnerabilidade do time não é exatamente em termos ofensivos.

Afinal, nos 10 jogos disputados nos últimos 33 dias, o conjunto de Fernando Diniz fez 17 gols, média de quase dois por jogo.

O problema são as falhas na fase defensiva: nestes mesmos 10 jogos, o time sofreu ao menos um gol em cada um desses confrontos. São também 17 gols levados e isso explica o saldo de seis derrotas, com apenas três vitórias e um empate.

Encontrar o equilíbrio entre ataque e defesa é o grande desafio de um técnico que desafia a trivialidade na montagem dos sistemas de marcação. Porque o Fluminense tem três confrontos a fazer fora de casa nos próximos quatro jogos, e o outro é justamente o clássico com o Flamengo.

E aí, é aquilo: time que sofre gol em todas as partidas não pode se dar ao luxo de perder a chance que Luciano desperdiçou no duelo na Colômbia.

É preciso que Fernando Diniz consiga soluções emergenciais para corrigir essa deficiência da equipe tricolor.

Forma & Conteúdo

O Botafogo de Eduardo Barroca começa a ganhar forma e conteúdo. E, o que é melhor, sem abandonar a filosofia de jogo de construção ofensiva com a posse bola em troca de passes.

Na goleada de 4 a 0 sobre o Sol da América, no Nilton Santos, valendo vaga nas oitavas da Copa Sul-Americana, o time foi mais uma vez o dono das ações. E funcionou muito bem, defensiva e ofensivamente, com uma trinca de volantes e outra de atacantes.

Cícero, Alex Santana (Gustavo Bochecha) e João Paulo garantiram sustentação ao sistema defensivo. E conseguiram, sem muito sofrimento, fazer a bola chegar ao trio ofensivo Luiz Fernando, Diego Souza e Erik.

Os laterais Fernando (direito) e Gilson (esquerdo) pareceram mais seguros para as ultrapassagens e o resultado foi um coletivo mais intenso em termos ofensivos.

Foi a quinta vitória em oito jogos sob o comando do treinador e isso, aos poucos, desfaz o pessimismo da má campanha no Campeonato Carioca.

O time chega motivadíssimo para o clássico de domingo, contra o Vasco, em seu campo, no Nilton Santos, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

As atuações do Flamengo em 2020, antes mesmo da paralisação do futebol para o combate à Covid-19, já nos davam mostras de que o futebol praticado pelo time do português Jorge Jesus não era o mesmo …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O novo normal

Depois da euforia, a depressão. O maciço engajamento na luta pelo direito de transmissão dos jogos do time no Carioca, deu a torcida do Flamengo a impressão de que a vida no reino encantado da …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Cristal partido...

O triste imbróglio envolvendo as transmissões dos jogos do Campeonato Carioca chamuscou um pouco mais a imagem da Federação de Futebol do Rio (Ferj) presidida por Rubens Lopes. Porque, a rigor, a …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Copa Rubão

Há poucos dias optei por deixar os exercícios no deserto do playground do edifício em que vivo, a um quilômetro do Maracanã, para arriscar uma caminhada mais forte ao redor do estádio. Foram três, em …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

O Rio registrou mais mortes pela Covid-19 no domingo, chegando à marca de 9.819 óbitos (6.393 só na capital!), com 111.298 casos notificados no Estado. Mas a bola rolou assim mesmo para os outros …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Bravo, Autuori!

Pensei em selecionar alguns trechos da entrevista que o companheiro Thales Machado fez com o técnico Paulo Autuori para ilustrar esta coluna que escrevo em homenagem ao técnico do Botafogo. Mas foi …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A mística do Fla-Flu...

Tenho lá minhas dúvidas sobre o nível de preparação dos times de Botafogo e Fluminense para competir com excelência depois de cerca de 100 dias de afastamento do campo e bola. Mais ainda fazendo …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Fora da pauta...

A medida liminar concedida ontem pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) desfaz o imbróglio entre clubes e federação e destrava, temporariamente, a disputa da Taça Rio - segundo turno do …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O fiel da balança...

É simplesmente inacreditável a vocação dos dirigentes dos clubes cariocas para estragar uma competição que, nos dias de hoje, a rigor, tem apenas duas serventias: ganhar o bom dinheiro que é pago …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Gol de Maricá...

A Medida Provisória (MP) publicada pelo presidente Jair Bolsonaro, liberando para o “clube mandante” o direito de transmissão de seus jogos, foi comemorada nos bastidores do Flamengo como um gol de …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados