search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

A eficiência policial através dos números
Tribuna Livre

A eficiência policial através dos números

Muito se discute, quase sempre de maneira extremamente superficial, a eficiência das forças públicas de segurança em nosso País. O debate traz a reboque questões de formação, qualificação e desvios de conduta, impondo aos agentes da lei, de modo leviano, responsabilidade e improficiência pelas mazelas de uma sociedade marcada por condutas inapropriadas dos seus “cidadãos”, através de imoralidade, desrespeito ou violência.

No entanto, em se tratando da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), ao analisarmos dados estatísticos, percebe-se de maneira inequívoca uma atuação de excelência, convergente para busca pela preservação da ordem pública.

Debruçando-se sobre os dados da Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV), onde se concentra a maioria esmagadora da população capixaba e registros criminais do Estado, nota-se um desempenho virtuoso da corporação, ainda que na opinião de “policiólogos” e “especialistas em segurança pública”, esta não é a maneira exclusiva ou mais adequada para mensurar a atividade policial.

Afastadas teses superficiais, marcadas pela crítica indiscriminada e meramente destrutiva, o fato é que a atuação da polícia que materializa a sensação de segurança do cidadão é construída através de diversos caminhos, entre eles, a ausência do fato criminoso ou sua redução, bem como prisões e apreensões realizadas após a consumação de eventual ilícito, como forma de restabelecer a ordem pública.

Nesse contexto, alguns números precisam ser apresentados, que corroboram com a afirmação de uma atuação comprometida da polícia ostensiva de nosso Estado.

É notório que, o bem maior de qualquer cidadão é sua própria vida, havendo assim uma precaução precípua por parte dos governos e órgãos de segurança, incluindo a Polícia Militar, com a preservação da vida dos indivíduos.

Dessa forma, no período de janeiro a setembro de 2019, a região metropolitana registrou um decréscimo de 20% do número de homicídios, o que corresponde a 102 vidas salvas e um marco na série histórica. Inúmeros atores e aspectos contribuíram para essa diminuição expressiva, mas não se pode deixar de referenciar a atuação ininterrupta da PMES.

No mesmo período e área de atuação, a Polícia Militar apreendeu 940 armas de fogo, 285.222 unidades de entorpecentes e recuperou 2.267 veículos, graças a mais de 76 mil operações realizadas.

Essas ações preventivas também impactaram diretamente nos Crimes Contra o Patrimônio, notadamente aqueles praticados com emprego de violência.

Assim, os números depõem a favor da mais antiga das instituições do Estado, acarretando uma redução de 35% dos roubos de veículos, 36% dos roubos em residências/condomínios, 9% dos roubos em estabelecimentos comerciais e 9% dos roubos a pessoas.

Afugentado qualquer debate improfícuo sobre a metodologia utilizada para avaliar a (in)eficiência das polícias e sedimentada a certeza da necessidade de manutenção do trabalho para melhoria da segurança, resta no mínimo comprovado o engajamento e dedicação da Polícia Militar do Espírito Santo com a salvaguarda dos cidadãos, fazendo valer o seu slogan institucional: “Policial Militar, herói protetor da sociedade”.

Rafael Fernando de Carvalho é major da PM e comandante da 14ª Companhia Independente, na Serra.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

A competência tem limite

A convivência entre os poderes constituídos tem se tornado cada vez mais tormentosa, havendo constante invasão de um pelo outro, normalmente no que se refere as esferas de prerrogativas de poder …


Exclusivo
Tribuna Livre

A chegada do verão e as lesões dos atletas de fim de ano

Vem chegando o verão... E, na estação mais badalada do ano, muita gente é obrigada a dar uma pausa na programação para “ficar de molho”. Isso mesmo! É comum aumentar a ocorrência de lesões nessa …


Exclusivo
Tribuna Livre

O golpe do WhatsApp e o roubo da conta no aplicativo

Os criminosos estão cada vez mais criativos acompanhando a mudança da sociedade e a evolução da tecnologia, de modo que a cada dia surgem novos golpes para tentar ludibriar os cidadãos e obter …


Exclusivo
Tribuna Livre

Insegurança suprema

Nos últimos 10 anos o STF debateu e mudou seu entendimento acerca da prisão após o julgamento em segundo grau ao menos cinco vezes. Na última quinta-feira, mudou novamente! A partir de agora, …


Exclusivo
Tribuna Livre

Os 30 anos da derrubada do Muro de Berlim

Amanhã completar-se-ão 30 anos da queda do maior símbolo da "cortina de ferro" que se abatera sobre a Europa logo após a Segunda Guerra Mundial, o Muro de Berlim. A Guerra Fria chegava ao fim, e …


Exclusivo
Tribuna Livre

Uma nova maneira de pensar a economia

Muito se fala em novas economias e formas de empreender. De fato, o momento em que vivemos a todo o instante passa por mudanças e exige que nós acompanhemos essa oscilação. Adaptar-se e trazer novas …


Exclusivo
Tribuna Livre

Avaliação internacional nas escolas

As avaliações em larga escala são, hoje, um importante recurso disponível para aprofundar as reflexões acerca da qualidade da educação. A busca pelo ensino de qualidade é causa universal, que convoca …


Exclusivo
Tribuna Livre

A Ufes e a consulta democrática para a reitoria

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) desencadeou o processo de consulta informal sobre os novos dirigentes que assumirão a reitoria da instituição a partir de 2020. Por ser uma …


Exclusivo
Tribuna Livre

O dever de guarda e segurança das senhas pelo consumidor

As fraudes nos sistemas bancário e de comércio eletrônico tem ocasionado um aumento vertiginoso de demandas judiciais buscando reparação dos danos, ao mesmo tempo em que o Poder Judiciário não …


Exclusivo
Tribuna Livre

O academicismo como ferramenta de aprendizado

Aprimeira academia institucional surgiu na França no século XVI. A academia Francesa foi uma associação composta pelas mais proeminentes pessoas instruídas nos assuntos relativos ao idioma Francês. …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados