Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Tragédia na BR-101: Polícia acredita que carreta estava em alta velocidade

Notícias

Polícia

Tragédia na BR-101: Polícia acredita que carreta estava em alta velocidade


Carreta que transportava granito e que se envolveu em acidente que matou três pessoas da mesma família (Foto: Kadidja Fernandes/AT)
Carreta que transportava granito e que se envolveu em acidente que matou três pessoas da mesma família (Foto: Kadidja Fernandes/AT)

A Polícia Rodoviária Federal acredita que a carreta que transportava uma pedra de granito, envolvida em um acidente que terminou com três mortes na BR-101, estava com excesso de velocidade. As informações foram divulgadas pela PRF durante uma coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (11).

De acordo com a PRF, o equipamento que mede a velocidade da carreta será periciado pela Polícia Civil. A velocidade, registrada pelo veículo na hora do acidente, não foi informada.

No acidente, morreram a corretora de seguros Danielli Martins, de 34 anos, o comerciante Ozineto Francisco Rodrigues, de 38 anos, e o filho deles Lucca, de 1 ano e 4 meses. O filho mais velho do casal, identificado como Gabriel, de 11 anos, foi socorrido e levado para o Hospital Infantil de Vitória. O estado de saúde dele, segundo a família, é gravíssimo.

A família estava em um Cerato branco que bateu de frente com uma pedra de granito por volta das 23 horas de segunda-feira (10). Eles foram passar férias em praias de Alagoas e Pernambuco, e voltavam para a casa, que fica no bairro Canaã, em Viana.

Pedra será retirada na quarta

Ainda segundo a PRF, um indício que aponta para o excesso de velocidade é fato que a carreta tombo junto com a pedra. Se a amarração estivesse errada, segundo avaliação da PRF, a pedra se soltaria e a carreta não tombaria.

Outra informação divulgada é que não havia irregularidade na nota fiscal da carga.A previsão é que a pedra seja retirada da BR-101 nesta quarta-feira (12). Uma operação com dois guindastes será montada para retirar a pedra.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados