Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Tradições e superstições de um casamento italiano
Claudia Matarazzo
Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo


Tradições e superstições de um casamento italiano

Quando se fala em “Wedding Destination”, o campeão dos destinos é Toscana, na Itália, onde se fazem casamentos lindíssimos – sonho de 9 entre 10 noivas que se casam fora do Brasil.

Mas podemos fazer aqui mesmo um casamento temático e com toda a carga de simpatia e tradição que, aliás, em parte, chegaram até nós e foram incorporadas devido à imensa imigração de italianos em vários momentos da nossa História.

Portanto, veja o que mais lhe agrada e faça aqui mesmo um romântico casamento “`a la italiana”!

O jantar de ensaio – Lá é tradição, aqui nem tanto... A noiva usa um broche de esmeralda ou uma fitinha dessa cor amarrada no vestido do ensaio.

Antes da cerimônia – Assim como no Brasil, o noivo não pode ver a noiva. E para ela, o costume é mais radical: não pode se olhar no espelho...

Vestido da noiva – Branco ou, no máximo, tons pastéis. Mas alguns itens são indispensáveis:

Um objeto novo – Simboliza a vida nova.

Um objeto velho – Para que o passado não seja esquecido.

Um objeto emprestado – Simboliza afeto das pessoas queridas que se mantêm perto nessa passagem do velho para o novo.

Um presente – Simboliza o afeto.

Algo azul – Sinceridade e pureza da noiva.

Buquê – Acredite: quem escolhe é o noivo! Acho esse costume especialmente lindo. E deve ser entregue na manhã do casamento pela sogra, simbolizando que aprova a união. É também o último presente que o “namorado entrega para a namorada”.

A cerimônia – É costume até hoje ver uma fita amarrada na porta da igreja para que saibam que tem um casamento acontecendo.

Noivos mais supersticiosos levam um pequeno pedaço de ferro no bolso para afastar maus espíritos e as noivas rasgam o véu.

A saída – Já à porta da igreja, os noivos recebem uma verdadeira chuva de arroz. São os votos de fertilidade, riqueza e alegria.

Em vez de enrolar latas no para-choque traseiro, como nós, brasileiros, fazemos, na Itália a grade frontal é decorada com flores para abrir o caminho para a “vida doce”. E sim, o carro vai à frente dos demais, abrindo caminho com buzinadas.

A comida da recepção – Pratos frescos, aperitivos salgados (azeitonas, presunto e salame) e entradas saudáveis (massas com molhos espessos, carne de vitela e veado) e wanda (tortas de massa frita coberta com açúcar em pó) de sobremesa. Para beber, várias garrafas de vinho italiano. 

O orçamento – Os convidados ajudam a pagar! 

As noivas italianas carregam uma sacola de cetim na recepção para os convidados colocarem envelopes com dinheiro... (la busta). Algumas noivas mais ousadas a usam no pescoço, para que os homens tragam dinheiro em troca de uma dança.

A dança – A “Tarantella” é a maneira mais frenética dos convidados desejarem boa sorte aos recém-casados.

De mãos, correm no sentido horário até que a música acelera e, então, invertem as direções.

O tempo e a direção continuam mudando, até que o grupo se entrega à música em alta velocidade.

O bolo – Na Itália, bolo não é tradição. Os convidados recebem amêndoas revestidas de doces, simbolizando o amargo e doce.

Mas, se mesmo assim, você quer um bolo, escolha o mille-foglie – um bolo italiano feito de camadas de massa levíssima, alternando cremes de chocolate e baunilha, e morangos.
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Para casar mundo afora

Hoje virou moda o destination wedding – ou seja, casar-se em outra cidade ou mesmo em outro país, com uma festa para menos pessoas, mas, em uma comemoração mais longa junto aos convidados, muitas …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

A melhor maneira de lidar com gente difícil

Todos nós temos pessoas difíceis em nossa vida: elas nos deixam loucos e, muitas vezes, perto de perder a razão, pois são irritantes, frustrantes e exaustivas. Tive um pai difícil, escolhi um marido …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Vamos falar sobre segurança psicológica?

Sim. Você leu certo – e se prepare que hoje estou irritada – quem nunca? O mundo anda muito chato: cheio de mimimi (para usar gírias em voga), mas completamente sem respeito. Cito como um dos …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Governistas dominam redes sociais nas últimas 72h

Apesar do “recesso branco” e do clima de férias no Congresso, os parlamentares governistas concentraram os esforços nas redes sociais. Governistas lideram o volume de publicações, curtidas, comentári…


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Como pedir retorno da entrevista de emprego?

O pior já passou: você foi chamado para uma entrevista naquela empresa para onde mandou seu currículo. Parecia superdistante a possibilidade, mas não é que, de repente, chegou o aviso, o dia da …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

TCU identifica outro superfaturamento na Ferrovia Norte-Sul

O Tribunal de Contas da União identificou superfaturamento em mais contratos referentes a obras da Ferrovia Norte-Sul, desta vez no trecho Ribeirão do Tabocão - Palmas (TO). Em 2017, o Ministério …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Economia no casamento: 10 itens que podem ser dispensados

Que o mar não está para peixe para quem quer fazer uma linda festa de casamento já entendemos há, pelo menos, dois anos. Aliás, não está fácil nem para pagar as contas do dia a dia... Também …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Como escolher as madrinhas

Aí você percebe que uma de suas aliadas não está nem um pouco animada com o seu casamento e, ainda, está atrapalhando o andamento dele. E agora? Bom, é uma situação bem complicada, ainda mais com …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Coitadinha, eu?!

Você já deve ter notado que, ultimamente, o humor geral anda mais para baixo do que para cima. E, nós mulheres, temos um agravante: quando mal-humoradas, temos uma tendência a nos achar feias, por …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Emprestar ou não, eis a questão!

Emprestar é ceder temporariamente a alguém algo que é seu. O conceito é simples, mas o emprestar envolve confiança e desapego. E, muitas vezes, amizades ficam estremecidas por conta de empréstim…


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados