Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Polícias Rodoviária e Federal pedem para abrir 7.895 vagas

Notícias

Concursos

Polícias Rodoviária e Federal pedem para abrir 7.895 vagas


Policial rodoviário usa radar: faltam 8 mil servidores na corporação e ministro falou em aumentar convocações (Foto: Antonio Comes - 08/07/2016)
Policial rodoviário usa radar: faltam 8 mil servidores na corporação e ministro falou em aumentar convocações (Foto: Antonio Comes - 08/07/2016)
Mesmo depois de o governo federal dar indicativos de que não irá abrir novos concursos neste e nos próximos anos, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Federal (PF) encaminharam, ao Ministério da Economia, um pedido de autorização para certames. Juntas, as duas instituições pedem a abertura de 7.895 vagas.

A solicitação da Polícia Federal é de 3.460 chances para preencher vagas remanescentes nos anos de 2020 e 2022.

Do total, 357 são para cargos da área administrativa, de nível técnico; 234 para ensino médio; e 123 para profissionais de nível superior. Para este último, há chances para contador, enfermeiro, administrador, arquivista, assistente social, médico e psicólogo.

Já na Polícia Rodoviária Federal foram pedidas 4.435 vagas de níveis médio e superior.

Destas, 4.360 chances são para policial rodoviário federal, que exige nível médio e tem ganhos de até R$ 10.357,88. Há ainda 75 vagas para o cargo de agente administrativo, que exige nível médio de qualificação e oferece salários de até R$ 4.022,77. Os pedidos são para atuação em todas as unidades da PRF do Brasil.

Mesmo com a solicitação, ainda não há previsão de quando o pedido será avaliado pelo Ministério da Economia.

As instituições sofrem com um grande déficit de servidores, por conta de transferências, aposentadorias e mortes.

O último concurso da Polícia Federal aconteceu no ano passado e contou com 500 vagas, sendo 150 para delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente.

Mesmo assim, o órgão sofre com a falta de pessoal. Recentemente, foi autorizada pelo governo a contratação de mil candidatos do último concurso.

Na PRF, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, já havia declarado a intenção de aumentar o número de convocações. Até o fim do ano passado, o déficit de servidores no órgão era de 8 mil servidores.

Vale lembrar ainda que a Polícia Rodoviária Federal já possui um concurso em andamento, que se encontra em fase de avaliação de saúde.

Procurado, o Ministério da Economia disse, por meio de nota, que não comenta solicitação de certames em andamento.


SAIBA MAIS


Novos pedidos
A polícia federal e a Polícia Rodoviária Federal solicitaram ao Ministério da Economia novas vagas em concursos. Juntas, as duas instituições pedem 7.895 vagas efetivas, nos níveis médio, técnico e superior.

Polícia Rodoviária Federal
Na PRF foram solicitadas 4.435 vagas de níveis médio e superior. Destas, 4.360 chances são para policial rodoviário federal, e 75 para agente administrativo.

Os salários variam de R$ 4.022 a R$ 10.357,88, além de benefícios. Os pedidos são para atuação em todas as unidades do Brasil.

Polícia Federal
Na Polícia Federal foram pedidas 3.460 vagas para preencher postos que serão remanescentes nos anos de 2020 e 2022.

Do total das vagas, 357 são para cargos da área administrativa, de nível técnico, 234 para ensino médio e 123 de nível superior.

Por se tratar apenas de solicitações, ainda não há data para a resposta dos pedidos, nem lançamento de edital.

Fonte: Órgãos citados e pesquisa AT.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados