Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O mestre mandou?
Painel da Folha de São Paulo

O mestre mandou?

A interferência de Jair Bolsonaro em órgãos como a Receita, o Coaf e a Polícia Federal e a relutância dele em definir o que vai fazer com o projeto que pune o abuso de autoridade abriram caminho a uma onda de contestações sobre os métodos do Presidente dentro do PSL. Em reunião tensa, na terça-feira (20), uma ala do partido se queixou das medidas, avisou que não está suportando as críticas de seguidores nas redes sociais e ameaçou contrariar indicações do governo em votações no Congresso.

Divã - Deputados do partido de Bolsonaro, como Luiz Philipe de Orleans e Bragança (PSL-SP), disseram que não votariam mais com o governo caso discordassem de sua posição e pediram ao líder Delegado Waldir (GO) que sempre reúna a bancada para deliberação interna antes de orientar os votos em plenário.

O lado dele - Em paralelo, deputados do PSL têm dito que, se Bolsonaro dedicasse ao pacote anticrime o mesmo esforço que tem feito para salvar Flavio Bolsonaro (RJ) de acusações na Justiça e para indicar o 03, Eduardo, embaixador nos EUA, o projeto já teria sido aprovado.

Meia palavra basta - O presidente do Supremo, Dias Toffoli, fez uma defesa enfática da preservação das instituições no jantar que teve com a bancada do PSL. Segundo relatos, o ministro disse que os Poderes devem agir em favor do povo – e não criar celeuma.

Meia palavra basta II - Vários integrantes do partido de Bolsonaro estimularam – e estimulam – marchas contra o Supremo e o próprio Congresso.

Todos por um? - Cresce no MDB a ideia de construir uma chapa única, encabeçada pelo deputado Baleia Rossi (SP), para presidir o partido. Haverá eleição da nova cúpula em outubro. O atual presidente da legenda, Romero Jucá (RR), é um dos que apoia a ideia.

Quatro ventos - O deputado estadual Campos Machado (PTB-SP) enviou cartas a líderes de bancadas e presidentes de assembleias legislativas de todo o País contra o projeto encampado em São Paulo por Janaina Paschoal que permite à gestante optar pela cesária sem orientação médica.

Quatro ventos II - As cartas têm pareceres de especialistas contra a proposta. Machado diz que há um movimento do PSL para tentar exportar o projeto de Janaina para outros estados do País. "Querem criar a indústria da cesárea", disse.

Miopia - Mesmo debaixo de forte contestação nos três poderes, a cúpula do fisco enviou um e-mail, no início da semana, com uma lista de exigências a Marcos Cintra. Interlocutores do secretário da Receita interpretaram a carta como uma tentativa do grupo de ganhar poder em meio à crise.

Miopia II - Os chefes da Receita querem absorver atribuições que eram do colega João Paulo Fachada, exonerado na segunda-feira (19), e pregam que as áreas de fiscalização e inteligência sejam unificadas. A lista incluiria o compromisso de que Cintra não trocará o comando da Receita no Rio, um pedido de Bolsonaro.

Miopia III - A missiva foi enviada pelo subsecretário de Tributação, Luiz Fernando Nunes. Embora tenha tentado evitar tom de motim, dizendo não se tratar de um emparedamento, a mensagem não caiu bem.

Teleguiado - Aliados de Aécio Neves (PSDB-MG) viram a margem larga de vitória do deputado mineiro contra ala que queria expulsá-lo sumariamente do partido como um recado ao governador João Doria de que a sigla não vai se dobrar às estratégias dele.

Suor e lágrimas - Aécio acompanhou a votação. Durante as deliberações, uma funcionária que serve café na sede do partido o puxou num canto e, aos prantos, disse lamentar o que estava havendo.

Vapt-vupt - Diante da certeza de derrota, aliados de Doria tentaram adiar a votação, alegando que precisariam de tempo para analisar a segunda peça contra Aécio que fora levada ao colegiado. Celso Sabino (PSDB-PA), relator do caso, reagiu. Disse que, se lhe dessem um computador e meia hora, encerrava a questão.

Menos um - O Podemos decidiu decidiu tirar Romario (RJ) e pôr Marcos do Val (ES) na Comissão de Relações Exteriores do Senado. Val já disse ser contra a indicação de Eduardo à embaixada nos EUA.

Tiroteio
"O Brasil tem muito a perder. O discurso contra o meio ambiente pode trazer consequências ruins até para o agronegócio."

Do senador Eduardo Braga (MDB-AM), sobre as críticas de diferentes países e especialistas à retórica bolsonarista direcionada à área.


últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Eu sou o caminho

O esforço para viabilizar a aprovação de Eduardo Bolsonaro à embaixada do Brasil nos EUA fez de Davi Alcolumbre (DEM-AP) o principal articulador do governo no Senado. Segundo dirigentes de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mergulho na realpolitik

O Planalto montou nova estratégia para tentar formalizar uma base na Câmara e no Senado. O general Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e o líder do governo, Major Vitor Hugo (PSL-GO), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Apenas o começo do fim

A queda de Marcos Cintra está longe de estancar a crise na Receita. Nos últimos dias, quando a permanência do agora ex-secretário da área já estava ameaçada, uma série de denúncias com relatos …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Apenas o começo do fim

A queda de Marcos Cintra está longe de estancar a crise na Receita. Nos últimos dias, quando a permanência do agora ex-secretário da área já estava ameaçada, uma série de denúncias com relatos …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Manda quem pode

Jair Bolsonaro ficou especialmente irritado e mandou demitir Marcos Cintra após a publicação de detalhes da proposta de recriação da CPMF porque viu no vazamento uma desobediência a pedido feito …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Cartão de visitas

Indicado por Jair Bolsonaro para assumir a PGR, Augusto Aras se submeteu nesta terça (10) a uma espécie de prévia da sabatina no Senado. No gabinete da presidência da Casa, respondeu a perguntas de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Tiro ao alvo

A atuação do chefe da força-tarefa da Lava Jato de Curitiba, Deltan Dallagnol, deve ser alvo de nova discussão no Conselho Nacional do Ministério Público, nesta terça (10). A expectativa no …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Vamos dar as mãos

A exemplo do acordado na Câmara dos Deputados, o governo deverá encaminhar nos próximos dias projeto de lei para a abertura de crédito suplementar de cerca de R$ 4,5 bilhões para irrigar ministérios …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Exército de um homem só

Dois subprocuradores que integravam a lista tríplice rejeitada por Jair Bolsonaro na sucessão da PGR reagiram enfaticamente à indicação de Augusto Aras, que não participou da eleição interna. Na …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Questão de ponto de vista

Muito criticada por setores do Ministério Público Federal e pelos lavajatistas que compõem a base de Jair Bolsonaro, a indicação de Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República foi bem …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados