Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Justiça manda soltar motorista de acidente com fusca

Notícias

Polícia

Justiça manda soltar motorista de acidente com fusca


O motorista Frederico Fernandes Moreira dos Santos, de 26 anos, preso por duplo homicídio culposo, segundo a Polícia Civil, foi liberado no início da noite desta quarta-feira (21), após decisão da Justiça. O carro que era conduzido por ele, um Fusca azul, bateu em um poste, na rodovia Darly Santos, na altura do bairro Nossa Senhora da Penha, em Vila Velha na madrugada desta terça-feira (20).

A juíza Raquel de Almeida Valinho entendeu que não havia elementos que justificassem a prisão preventiva de Frederico, uma vez que o bafômetro deu negativo e que o jovem não tem antescedentes criminais. De acordo com ela, a liberdade do motorista "não oferece risco à ordem econômica, à ordem pública, à instrução criminal ou à aplicação da lei penal, considerando que possui residência fixa e ocupação lícita".

Na decisão, a juíza listou as medidas cautelares que, caso não sejam respeitadas, será permitido decretar a prisão do rapaz. São elas: 

  • Proibição de sair da Grande Vitória sem prévia autorização do Juiz natural da causa;
  • Comparecimento a todos os atos do processo, devendo manter endereço atualizado;
  • Proibição de frequentar bares, boates, prostíbulos e assemelhados;
  • Recolhimento domiciliar de 20h às 6h;
  • Comparecer em até 5 (cinco) dias úteis ao juízo ao qual o presente APF será distribuído, com cópia de comprovante de residência, RG, CPF, CTPS e título de eleitor.

O acidente e a prisão de Frederico Fernandes

Segundo informações da polícia, Frederico seguia no sentido Araçás, no Fusca onde estavam mais três amigos dele, quando teria perdido o controle do veículo, atingido um poste e, posteriormente, a grade de um supermercado localizado na região.

O jovem Igor Prates de Oliveira, de 21 anos, morreu na hora. Já Natani Vieira de Souza, de 27, chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do hospital. O outro passageiro, de 21, foi levado ao hospital com ferimentos.

A reportagem do Tribuna Online conversou com familiares do motorista e o cunhado dele, de 34 anos, que pediu para não ser identificado, questionou o motivo da prisão de Frederico, já que ele trabalha e tem residência fixa. Outro ponto apontado pelos familiares é que o carro estava com a documentação em dia e o teste do bafômetro deu negativo para para o consumo de álcool.

Em nota, a Polícia Civil não informou os motivos da prisão apenas disse que "após atendimento médico no hospital, o jovem foi conduzido até a 2ª Delegacia Regional de Vila Velha, onde foi autuado em flagrante por duplo homicídio na condução de veículo automotor e encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV)".

De acordo com a família de Frederico, por conta do horário, o jovem só deve passar por audiência de custódia no presídio nesta quarta-feira (21), quando o juiz de plantão deve manter a prisão ou arbitrar fiança para que o motorista responda ao processo em liberdade.

A família do jovem informou que os três rapazes moravam juntos em um apartamento em um bairro de Vila Velha e Natani era vizinha deles. Na noite de terça, eles foram até a rodoviária de Vitória para levar Natani, que chegava de viagem até em casa. O acidente aconteceu no momento em que eles seguiam para casa.

O corpo da jovem foi liberado do Departamento Médico Legal (DML), no final da tarde dessa terça, e foi levado para a cidade de Lajinha (MG), onde foi velado e sepultado.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados