Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Insatisfeitos no Senado ameaçam retaliação
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Insatisfeitos no Senado ameaçam retaliação

Não terminará sem choro e sem ranger de dentes o embate em torno da CPI da Lava Toga no Senado. O grupo pró-instalação da comissão (cerca de 20 parlamentares) chega a ameaçar, reservadamente, impor dificuldades na Casa à votação da reforma da Previdência e às sabatinas de Augusto Aras, escolhido para assumir a PGR, e de Eduardo Bolsonaro, virtual indicado do Planalto para a embaixada do Brasil em Washington (EUA).

A tensão aumentou ainda mais após Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) ter se recusado a assinar o requerimento pela CPI.

Linhas gerais. A ideia também é boicotar outras pautas de interesse do governo até que Davi Alcolumbre (DEM-AP), o presidente do Senado cada vez mais afinado com Jair Bolsonaro, instale a CPI da Lava Toga.

Ele, não. Alguns senadores avaliam, maldosamente, como desnecessário incluir a situação de Eduardo no pacote de pressão: está já tão complicada que não seria um instrumento efetivo.

Ela, não. A cúpula da reforma tributária nas duas Casas do Congresso rechaça a possibilidade de uma nova CPMF, como o ministro Paulo Guedes (Economia) promete apresentar.

Stop. “Se quiser mandar um imposto novo sem ter unanimidade em torno dele, o Congresso não vai entregar a reforma”, diz a presidente da CCJ no Senado, Simone Tebet (MDB-MS).

Juntos. Ela esteve na terça-feira (10) com o deputado Baleia Rossi (MDB-SP), autor da proposta de reforma que tramita na Câmara. Ambos concordaram na avaliação.

Vamos. “Qual o consenso? Desburocratizar e unificar impostos federais? Ótimo, deixamos a unificação dos estaduais para uma segunda etapa”, diz Tebet.

Em nome da Casa. Na reunião de líderes, Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi cobrado a dar resposta institucional à declaração de Carlos Bolsonaro de que “a transformação que o Brasil quer não será rápida por via democrática”. O presidente da Câmara não titubeou.

Exposição. Dentro dos quartéis, a declaração de Carlos sobre a democracia repercutiu bastante mal. Depois dos cortes que afetaram a rotina na ponta, o apoio ao governo de Bolsonaro anda inconstante.

Esfinge. A grande questão na cabeça dos parlamentares é: Carlos Bolsonaro fala por ele ou também pelo pai presidente quando escreve esse tipo de coisa?

Tic-tac. Apesar de a unanimidade do CNMP ter recusado o afastamento de Deltan Dallagnol, conselheiros dão como certo que um processo será aberto.

Lonely. Não passou despercebido também que a última sessão de Raquel Dodge no conselho foi esvaziada, bem diferente de quando ela começou sua gestão à frente da PGR.

Efeito. Entre os caciques do MDB é certo: o número de prefeituras comandadas pelo partido vai sofrer redução nas eleições de 2020, na esteira do fenômeno que desidratou a bancada da Câmara. Em 2016, com sete governadores, o MDB elegeu 1.206 prefeitos.

Em baixa. O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, está na Rússia buscando parceiros. Dos 70,5 milhões de russos que viajam pelo mundo por ano, o Brasil recebe apenas 18,8 mil.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

Bandeirantes teme tratamento desigual

Não são apenas os governadores do Nordeste e da “esquerda” em geral que temem receber do Executivo federal um tratamento diferenciado (para pior) em repasses e convênios. Os ataques de Jair Bolsonaro …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Polícia Federal teme “modelo Aras” em eventual substituição

As movimentações para derrubar o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, deixam apreensiva a corporação. É o medo de Jair Bolsonaro escolher alguém afastado da categoria, como fez com …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Maia avança no projeto para ajudar os clubes

A Câmara elabora projeto de lei para permitir aos clubes de futebol oferecer ações na Bolsa de Valores. O pacote foi encomendado por Rodrigo Maia ao deputado Pedro Paulo (ambos do DEM-RJ) e regulamen…


Exclusivo
Coluna do Estadão

Planalto faz balanço da articulação política

A articulação política do Planalto tabulou a quantidade de parlamentares recebidos pelo ministro Luiz Eduardo Ramos nos seus dois meses na Secretaria de Governo. Até o final de agosto, 146 deputados …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Movimento de Raquel antecipou escolha

Nas últimas conversas com Jair Bolsonaro, Augusto Aras pediu ao Presidente que não demorasse ainda mais na escolha do novo procurador-geral: quem quer que fosse o escolhido precisaria de tempo para …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Congresso sem resposta para tragédia de Minas

Transcorridos quase oito meses da tragédia de Brumadinho (pelo menos 249 mortos e 21 desaparecidos), Câmara e Senado ainda brigam pela autoria de projetos e nada foi aprovado para endurecer a …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Doria lança pacote de ajuda a Bruno Covas

O governador João Doria (PSDB) anuncia hoje ajuda financeira a projetos da Prefeitura de São Paulo. Um dos repasses é para ações de duplicação da Estrada do M’Boi Mirim (Zona Sul). O pacote também …


Exclusivo
Coluna do Estadão

DEM mira “espólio” da esquerda no Nordeste

Nas primeiras eleições municipais após o fim da era PT-MDB na Presidência, o DEM investirá politicamente para ficar com o “espólio” da esquerda no Nordeste. O partido avalia disputar com boas chances …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Bolsonaro tenta jogar Doria para a esquerda

Pesquisas à disposição do Palácio dos Bandeirantes indicam que a onda conservadora, responsável em larga medida pelos recentes sucessos eleitorais de João Doria e de Jair Bolsonaro, deverá se …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Planalto em alerta para soberania de reservas

O Planalto trata como perigo real e imediato a perda de soberania sobre terras demarcadas da Raposa Serra do Sol e de áreas ianomâmis na fronteira norte do País, ricas em ouro e nióbio. De acordo com …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados