Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Apoiadores dizem que Bolsonaro errou no timing
Painel da Folha de São Paulo

Apoiadores dizem que Bolsonaro errou no timing

A decisão de Jair Bolsonaro de indicar o filho Eduardo a embaixador em Washington foi considerada um erro por dirigentes de partidos que apoiaram mudanças na Previdência. O Presidente, dizem, errou não só na forma, mas especialmente no timing, interrompendo a repercussão positiva do avanço da reforma no Parlamento. Esse grupo lembra que o nome do 03 chegará ao Senado em meio à tramitação das novas regras de aposentadoria – o que agrega custo extra à articulação do Planalto.

Salto sem rede - Líderes de partidos de centro e centro-direita dizem que o Presidente precisa estar ciente de que, se confirmar a indicação do filho mais novo à representação mais nobre do Brasil, iniciará operação de alto risco – a votação no Senado é secreta.

Salto sem rede II - Por isso, senadores de partidos de oposição ainda custam a crer que Bolsonaro vai levar a operação a cabo. Um integrante dessa ala que faz parte da Comissão de Relações Exteriores calcula que, de largada, o filho do presidente tenha nove votos contrários entre 17 titulares.

Primeiro sarrafo - A comissão sabatina e avaliza antes do plenário os indicados a postos diplomáticos.

Round 1 - Confirmado embaixador, Eduardo terá como um dos primeiros testes de fogo a revisão do contrato de fornecimento do etanol americano que abastece o Nordeste.

Round 2 - O Brasil quer aproveitar o vencimento do contrato, em setembro, para renegociar termos e tentar abrir mercado para o açúcar brasileiro.

Fica a dica - Uma vez embaixador, dizem nomes fortes do setor agro, Eduardo terá de aprender que, embora esteja ideologicamente alinhado à política de Donald Trump, Brasil e EUA são rivais nos negócios. Disputam os mercados globais de soja e carne.

Só observando - O suplente do PSL que pode assumir a vaga de Eduardo na Câmara, Vinicius Tadeu Sattin Rodrigues, 30, é médico e, mesmo após o anúncio, deu plantão no hospital onde atua como radiologista. "Não procurei ninguém e ninguém me procurou".

De boas intenções... - Independentemente do interesse pessoal, concordo com a escolha", diz Vinicius. "Ele é preparado, já participa das relações exteriores. A capacidade técnica e a confiança que tem do Presidente são indiscutíveis. Não entendo o problema."

O que se pode fazer hoje - O fato de a votação em segundo turno da reforma da Previdência na Câmara ter ficado para agosto preocupa aliados do governo. Tanto que o ministro Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) telefonou a líderes do centro nessa sexta-feira (12) e perguntou se não era possível encerrar logo tudo.

Tempo ao tempo - Ramos ouviu de volta que os parlamentares estavam exaustados após horas de debate, e que havia risco de não garantir os 308 votos necessários para barrar propostas que pudessem desidratar o projeto.

Voz do povo - O temor dos governistas é o de que os deputados possam ser pressionados durante o recesso ao retornarem para suas bases eleitorais.

Operação resgate - Alvo de uma onda de ataques na internet e de ameaças de punição por dirigentes de seu partido, a deputada Tabata Amaral (PDT-SP) recebeu voto de solidariedade do colega Mário Heringer (PDT-MG), segundo secretário da Mesa Diretora da Casa.

Operação resgate II - Em vídeo a dirigentes e filiados, ele disse que Tabata "é uma flor que merece e precisa ser cultivada" e que tem certeza de que ela votou pela reforma "por convicção". Por fim, pede trégua, "carinho e respeito". "Essa menina é o jeito diferente que a sociedade quer de fazer política".

Grife o nome - O procurador Lauro Cardoso ganhou mais força entre aliados do presidente Jair Bolsonaro no processo que culminará com a escolha do sucessor de Raquel Dodge no comando da Procuradoria-Geral da República (PGR). Ele, que já tinha apoio no núcleo militar, agora ganhou a confiança dos civis.

Quase lá - Cardoso tem passagem pelas Forças e curso de operações especiais. É querido, inclusive, por deputados do PSL. Ele ficou em quarto lugar na eleição em que sua categoria formou lista tríplice.

Tiroteio
"Infelizmente, cedemos a pressões que reforçam a desigualdade em vez de buscar ações que deem oportunidades a todos."

De Ana Carla Abrão, economista, sobre a Câmara ter flexibilizado as regras de aposentadoria para algumas categorias nessa sexta.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Tá tudo dominado

Se desagradou a parlamentares eleitos com o vigor das redes, a ofensiva de Jair Bolsonaro a órgãos como PF, fisco e Coaf recebeu elogios de políticos mais experientes. O fenômeno ganhou ainda mais …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

O mestre mandou?

A interferência de Jair Bolsonaro em órgãos como a Receita, o Coaf e a Polícia Federal, e a relutância dele em definir o que vai fazer com o projeto que pune o abuso de autoridade abriram caminho a …


Painel da Folha de São Paulo

O mestre mandou?

A interferência de Jair Bolsonaro em órgãos como a Receita, o Coaf e a Polícia Federal e a relutância dele em definir o que vai fazer com o projeto que pune o abuso de autoridade abriram caminho …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Aos inimigos, a lei

Na tentativa de frear a ofensiva da cúpula do PSDB paulista sobre Aécio Neves (PSDB-MG), aliados do mineiro prepararam um documento, assinado por 23 dos 29 integrantes da legenda na Câmara, contra …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Toma que o filho é teu

A tentativa do Planalto de dissociar o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) do ingresso do subprocurador Antônio Carlos Simões Martins Soares na corrida pelo posto de procurador-geral da República …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

De onde virá o socorro

Em meio a uma crise financeira e com boa parte dos recursos congelados, o Ministério da Educação elabora proposta para reivindicar o uso de valores recuperados da Petrobras pela Lava Jato. A pasta …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

O inverno está chegando

Sinais emitidos por Jair Bolsonaro colocaram em alerta integrantes da PGR. Somada às mudanças na Receita e no Coaf, a demora para indicar o nome que vai liderar o MPF fez grupos de procuradores se …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Projeto sobre abuso de autoridade lança desafio para Bolsonaro

A aprovação do projeto que pune o abuso de autoridade lançou um desafio político considerável para Jair Bolsonaro. O Presidente, cada vez mais pragmático no trato com o Congresso, terá de fazer uma …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Tempo fechado

A tempestade perfeita que se formou em torno da Receita Federal, cuja atuação vem sendo questionada por integrantes dos três Poderes, colocou em xeque a permanência de Marcos Cintra na chefia do …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ideia fixa

Integrantes da ala mais radical do bolsonarismo tentam alavancar nas redes sociais uma convocação para protestos contra o Supremo. A mobilização chegou a integrantes do Judiciário –e assustou pela …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados