Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

A Medida Provisória 881/2019 e a Liberdade Econômica
Tribuna Livre

A Medida Provisória 881/2019 e a Liberdade Econômica

Um dos temas importantes de discussão no Brasil é se estamos caminhando para mais uma década perdida, visto que, no período de 2011 a 2020, o crescimento médio do PIB brasileiro projetado é de apenas 0,9%. Além disso, o país ficou ranqueado em 153º lugar em liberdade econômica em 2018, em uma lista de 186 países; e na 27ª colocação entre os 32 das Américas.

Com a queda do PIB no primeiro trimestre de 0,2 por cento, podemos inferir que estaremos passando por mais um ciclo inevitável de baixo crescimento econômico? Será que essas quedas podem ser evitadas e qual é a relação entre o PIB com liberdade econômica?

Pesquisas empíricas mostram que existe forte correlação entre crescimento econômico e liberdade econômica. Países que apresentam um maior grau de liberdade econômica fogem do padrão de períodos de altas e baixas de crescimento econômico.

Os Estados Unidos, por exemplo, se sobressaem em relação à União Europeia e ao Japão no que se refere a taxa de desemprego e crescimento do PIB, pois gozam de maior liberdade econômica, que impulsiona o empreendedorismo. Lá existe mais liberdade comercial, fiscal, de investimentos (abertura para agentes externos), de mercado (menor regulamentação), de propriedade, bancária e de preços.

Ao publicar a Medida Provisória (MP) 881/2019, no último dia 30 de abril, parece que o governo brasileiro, corretamente, entendeu que o mundo se direciona para uma sociedade empreendedora.

Tal MP instituiu a Declaração de Direitos de Liberdade Econômica, estabelecendo garantias de livre mercado e apresentando dispositivos importantes, tais como: a presunção de liberdade no exercício de atividades econômicas; a presunção de boa-fé do particular; e a intervenção subsidiária, mínima e excepcional do Estado sobre o exercício das atividades econômicas.

Acredito que a MP signifique um grande avanço para estimular crescimento e desenvolvimento do Brasil. Da mesma maneira que, no século passado, o líder chinês Deng Xiao Ping liberou a energia comercial latente em seu país ao declarar que é “glorioso ser rico”, poderíamos fazer o mesmo ao avocarmos que é “ dignificante ser empreendedor”.

Contudo, é importante ressaltar que empreendedorismo não se restringe a empresas de tecnologias e startups. Empreendedorismo compreende também o trabalho de pessoas que iniciam negócios próprios como a criação de trading companies, empresas atacadistas, armazéns de logística e distribuição, empresas de varejo, prestadoras de serviços de contabilidade, finanças, seguros e muitos outros negócios.

Além disso, para parte da sociedade brasileira e novas gerações é importante desmitificar que empreendedorismo não é uma questão de herança genética, mas de aprendizagem, de cognição e que pode ser ensinado nas escolas.

Para um país gerar riqueza e promover crescimento é preciso que seja impulsionado o empreendedorismo. Nesse sentido, a MP 881/2019 apresenta muitos progressos, pois instrui ao poder público que existe uma outra maneira de se relacionar com a iniciativa privada, de modo que haja uma intervenção mínima na atividade empresarial. Entretanto, a MP ainda não foi convalidada pelo Congresso Nacional. É preciso, contudo, que a sociedade e empresários tomem consciência dessa importância de modo a garantir a sua aprovação.

Marcilio Rodrigues Machado é empresário e presidente do Sindiex.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

A nova cobertura dos benefícios do INSS

O Governo Federal poderá abrir uma concorrência para acabar com o monopólio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na cobertura dos chamados benefícios de risco não programados, como auxílio-d…


Exclusivo
Tribuna Livre

A pasta para dentes e a propaganda abusiva

No Ocidente, os egípcios e gregos foram os primeiros a compor uma mistura para limpar os dentes. A fórmula era bastante variada (cinzas, casca de ovo, pedra-pomes, ervas, carvão, hortelã...). …


Exclusivo
Tribuna Livre

A música romântica e a visão de mundo

Em 1995 escrevi algo sobre a as diferenças entre o romantismo pós-wagneriano e o estilo francês (impressionista, pós-impressionista, de Stravinsky, de Satie, etc). Hoje, retomo ao tema, estando …


Exclusivo
Tribuna Livre

Mercado de trabalho e o profissional do futuro

Com um mercado de trabalho que muda a cada dia, muitos profissionais ficam em dúvida sobre qual caminho seguir. Afinal de contas, vale a pena investir em uma profissão do futuro? Quando é o momento …


Exclusivo
Tribuna Livre

Isenção do “imposto sobre a herança” no Espírito Santo

Como defensor público titular da 2ª Defensoria de Órfãos e Sucessões de Cariacica efetuo diariamente orientações aos meus assistidos sobre as regras legais para a elaboração de inventários e …


Exclusivo
Tribuna Livre

Dragagem ainda não trouxe os resultados esperados

As obras de dragagem no Porto de Vitória foram concluídas em outubro de 2017. A tão esperada dragagem previa que o canal passaria de uma profundidade de 11,7 metros para 14 metros e de 11,7 metros …


Exclusivo
Tribuna Livre

A intolerância do preconceito

Mais uma vez, ficamos chocados com ondas de ataques simultâneos às pessoas inocentes, morrendo, sem motivo aparente, senão à cor que mais uma vez se manifesta diante do racismo radical, abalando a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Competindo com eficiência

O Espírito Santo é o maior produtor mundial de pelotas de minério de ferro e o terceiro maior produtor de aço do Brasil, sendo que, juntos, os dois setores representam mais de 20% do PIB estadual, …


Exclusivo
Tribuna Livre

A polêmica “PL do saneamento”

Desde a edição da Medida Provisória (MP) 868 no ano passado, a necessidade de se estabelecer um novo Marco Regulatório sobre Saneamento Básico no País está em voga. É que na última década, os …


Exclusivo
Tribuna Livre

Tráfico de pessoas: um perigo que ainda ronda entre nós

Estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU) consideram haver cerca de 2,5 milhões de vítimas de tráfico de seres humanos. Esse é um assunto de grande relevância mundial, pois criminosos …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados