Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

A Medida Provisória 881/2019 e a Liberdade Econômica
Tribuna Livre

A Medida Provisória 881/2019 e a Liberdade Econômica

Um dos temas importantes de discussão no Brasil é se estamos caminhando para mais uma década perdida, visto que, no período de 2011 a 2020, o crescimento médio do PIB brasileiro projetado é de apenas 0,9%. Além disso, o país ficou ranqueado em 153º lugar em liberdade econômica em 2018, em uma lista de 186 países; e na 27ª colocação entre os 32 das Américas.

Com a queda do PIB no primeiro trimestre de 0,2 por cento, podemos inferir que estaremos passando por mais um ciclo inevitável de baixo crescimento econômico? Será que essas quedas podem ser evitadas e qual é a relação entre o PIB com liberdade econômica?

Pesquisas empíricas mostram que existe forte correlação entre crescimento econômico e liberdade econômica. Países que apresentam um maior grau de liberdade econômica fogem do padrão de períodos de altas e baixas de crescimento econômico.

Os Estados Unidos, por exemplo, se sobressaem em relação à União Europeia e ao Japão no que se refere a taxa de desemprego e crescimento do PIB, pois gozam de maior liberdade econômica, que impulsiona o empreendedorismo. Lá existe mais liberdade comercial, fiscal, de investimentos (abertura para agentes externos), de mercado (menor regulamentação), de propriedade, bancária e de preços.

Ao publicar a Medida Provisória (MP) 881/2019, no último dia 30 de abril, parece que o governo brasileiro, corretamente, entendeu que o mundo se direciona para uma sociedade empreendedora.

Tal MP instituiu a Declaração de Direitos de Liberdade Econômica, estabelecendo garantias de livre mercado e apresentando dispositivos importantes, tais como: a presunção de liberdade no exercício de atividades econômicas; a presunção de boa-fé do particular; e a intervenção subsidiária, mínima e excepcional do Estado sobre o exercício das atividades econômicas.

Acredito que a MP signifique um grande avanço para estimular crescimento e desenvolvimento do Brasil. Da mesma maneira que, no século passado, o líder chinês Deng Xiao Ping liberou a energia comercial latente em seu país ao declarar que é “glorioso ser rico”, poderíamos fazer o mesmo ao avocarmos que é “ dignificante ser empreendedor”.

Contudo, é importante ressaltar que empreendedorismo não se restringe a empresas de tecnologias e startups. Empreendedorismo compreende também o trabalho de pessoas que iniciam negócios próprios como a criação de trading companies, empresas atacadistas, armazéns de logística e distribuição, empresas de varejo, prestadoras de serviços de contabilidade, finanças, seguros e muitos outros negócios.

Além disso, para parte da sociedade brasileira e novas gerações é importante desmitificar que empreendedorismo não é uma questão de herança genética, mas de aprendizagem, de cognição e que pode ser ensinado nas escolas.

Para um país gerar riqueza e promover crescimento é preciso que seja impulsionado o empreendedorismo. Nesse sentido, a MP 881/2019 apresenta muitos progressos, pois instrui ao poder público que existe uma outra maneira de se relacionar com a iniciativa privada, de modo que haja uma intervenção mínima na atividade empresarial. Entretanto, a MP ainda não foi convalidada pelo Congresso Nacional. É preciso, contudo, que a sociedade e empresários tomem consciência dessa importância de modo a garantir a sua aprovação.

Marcilio Rodrigues Machado é empresário e presidente do Sindiex.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Vida nova no Velho Continente

Todos nós conhecemos alguém que já tenha demonstrado interesse em se mudar do Brasil, seja por querer um novo rumo para sua carreira, seja por desejar uma vida melhor para sua família. De acordo com …


Exclusivo
Tribuna Livre

No Meio Ambiente, precisamos derrotar o retrocesso!

Este ano, três deputados noruegueses indicaram a adolescente ecologista sueca Greta Thunberg, de 16 anos, ao Prêmio Nobel da Paz. Ela protesta para que o mundo preste mais atenção e aja contra …


Exclusivo
Tribuna Livre

O que fazer com a ilegalidade que esclarece ou diz esclarecer?

Esta semana, o site The Intercept Brasil publicou três reportagens que miravam diretamente a imagem mítica personificada na mais longa operação já anunciada no Brasil, no que contraria o sentido de …


Exclusivo
Tribuna Livre

O direito à plena infância

Doze de junho, além de Dia dos Namorados, é Dia de Combate ao Trabalho Infantil. Esta data foi instituída pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), em 2002, quando da apresentação do primeiro …


Exclusivo
Tribuna Livre

O caso Neymar e o tribunal da internet

A história da humanidade é, também, a história da evolução dos meios válidos de se chegar à verdade sobre um fato, para se permitir um julgamento. No passado, já se entendeu como método racional as …


Exclusivo
Tribuna Livre

Universidade pública e indignação com os cortes

O que a universidade pública tem a ver com você, leitor, e com você, leitora? Vamos refletir sobre isso? Por que a educação superior pública é importante na vida de cada um de nós? E por que é …


Exclusivo
Tribuna Livre

Mercado imobiliário, otimismo e entraves

Recente pesquisa realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-ES) mostra a previsão de lançamentos imobiliários, edição 2019, e inclui levantamento sobre os principais …


Exclusivo
Tribuna Livre

A necessidade de repensar a educação no Brasil

Mais da metade dos recursos do Ministério da Educação é aplicada no ensino superior, o que contraria a Constituição Federal, que dá prioridade ao combate ao analfabetismo e ao ensino fundamental. …


Exclusivo
Tribuna Livre

O STF, a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e as despesas

A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) impôs limite às despesas com pessoal, cujo descumprimento e a não adoção das medidas corretivas são condutas graves que podem ensejar a aplicação das seguintes …


Exclusivo
Tribuna Livre

Gestão integrada de recursos hídricos, um desafio do século

Estamos completando quase duas décadas do século 21, a Política Nacional de Recursos Hídricos já passou da maioridade, mas várias questões relacionadas ao gerenciamento da água ainda não estão bem …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados